• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - Policial é morto na frente do filho na zona Leste de Teresina por policial militar do Maranhão

Policial é morto na frente do filho na zona Leste de Teresina por policial militar do Maranhão

O policial militar do Piauí, Samuel de Sousa Borges, 30 anos, foi assassinado com três tiros por outro policial, do Maranhão, no início da tarde de ontem, sexta-feira (1) na rua Cândido Ferraz no bairro Jockey Club na zona Leste de Teresina.  O acusado, identificado como Francisco Santos Filho, usou duas pistolas (.40 e 38). A confusão aconteceu nas proximidades dos colégios Lerote e Dom Barreto. Ele é lotado no Batalhão da Polícia MIlitar de Timon. A pistola 38 tem o brasão do estado de São Paulo.

Segundo informações, Samuel de Sousa chegou na escola em uma motocicleta para buscar seu filho de 4 anos quando foi alvejado pelo policial do Maranhão com três tiros nas costas e um na cabeça. A criança presenciou o crime e entrou em estado de choque e foi levado por funcionários da escola para dentro da instituição de ensino, onde seria acompanhada por uma psicóloga.

O delegado Willame Moraes, gerente da polícia do interior, afirmou que foi deixar a filha dele no colégio e foi obrigado a intervir na briga. Segundo ele, o policial assassinado era lotado no Batalhão da Polícia Militar de Rondas Ostensivas de Natureza Especial - RONE no Piauí, mas atualmente estava a serviço da Vice-governadora do Piauí. Williame Moraes disse que deu voz de prisão contra o acusado e telefonou para o coronel Lindomar Castilho, pediu apoio da PM e o acusado foi conduzido para Central de Flagrantes de Teresina.

Segundo o delegado Williame Moraes, o policial do Maranhão estava com duas armas, uma utilizada no crime e uma que ele chama de vela.  De acordo com informações do delegado, o acusado afirmou que matou o policial porque estava sendo perseguido no trânsito. A policía disse que não vai descartar nenhuma das possibilidades. O soldado Francisco Santos Filho responde a três processos no Maranhão.  O comandante da Polícia Militar do Maranhão o coronel Luongo, disse que a corporação  está fazendo o levantamento sobre a natureza dos três processos que são respondidos pelo policial que matou o cabo Samuel Borges.  Ele declarou que o soldado Francisco Filho ao usar uma arma com a númeração raspada  é uma ilegalidade já que o policial só pode usar arma  da corporação, o coronel Luongo disse que espera que a justiça do Piauí julgue o policial pelo o assassinato.

Desespero da mãe de Samuel ao saber do crime

Fontes das fotos: cidadeverde

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Policia

Data: 02/02/2019

Visitas: 454

Palavras-chave: Policial é morto na frente do filho na zona Leste de Teresina por policial militar do Maranhão

Fonte: Fontes das fotos: cidadeverde

Big Systems
4440387 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 26 do mês 04 de 2019