• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - Indígenas que mataram comerciante de Tocantinópolis em 1999 na BR-226, são presos e condenados a 47 anos de prisão

Indígenas que mataram comerciante de Tocantinópolis em 1999 na BR-226, são presos e condenados a 47 anos de prisão

Crime violento aconteceu na BR-226 próximo à cidade de Grajaú (MA), na data de 27 de outubro de 1999, quando os indígenas José Matias Isac Guajajara, Valdemir Tomás Guajajara e Argemiro Guajajara mataram o comerciante Magno Araújo de Sousa e seu ajudante Geová Alves Palmas com requintes de crueldade.

Segundo consta nos autos, Magno e Geová foram mortos pelo trio de indígenas quando se deslocavam pela Rodovia BR-226 num caminhão carregado de frutas e verduras com destino a Tocantinópolis onde o comerciante Magno possuía uma frutaria, e ao chegar próximo a uma aldeia da etnia Guajajara, foram parados em um protesto indígena, arrancados do caminhão, arrastados pela pista e brutalmente assassinados. A carga foi saqueada e o pertence das vítimas também foram roubados, o que serviu para configurar o crime de latrocínio "Roubo seguido de morte".

Acesse www.agorasantaines.com.br

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Policia

Data: 04/04/2019

Visitas: 190

Palavras-chave: Indígenas que mataram comerciante de Tocantinópolis em 1999 na BR-226, são presos e condenados a 47 anos de prisão

Fonte:

Big Systems
4603142 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 17 do mês 06 de 2019