• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - COLUNA DO SILVEIRA 1410

COLUNA DO SILVEIRA 1410

“É a cada amanhecer que conferimos nossas vidas, que de joelhos devemos agradecer a Deus, por tão grande Dádiva. A vida que vivemos a cada dia, é um presente de Deus, acreditemos nessa Graça, e agradecemos por ela”. Clélio Silveira Filho.  

Olá, bom dia! Olha a gente aqui de volta outra vez, mais firme do que uma rocha, aliás, ancorado em uma rocha que é Deus. Trazemos para os nossos milhares de leitores das mais diferentes versões do Jornal AGORA, mais uma edição recheada de informações, opiniões, conselhos e outros que tais. Só aqui no AGORA, você fica sabendo de uma tacada só de uns oitenta ou mais assuntos. É isso aí. Tem de tudo um pouco e política tem muito. A nacional, a estadual, a regional e a local. Onde mais você vê tudo isso? É por isso que o AGORA, quando “trisca” dói. A gente até às vezes lamenta, mas, cada qual na sua missão, o nosso mister, entendam alguns que se fazem de desentendidos, é noticiar os fatos e às vezes com tripas e tudo. O Editorial de hoje, que segue publicado aqui mesmo nesta página, dá bem uma ideia do que é fazer jornalismo, qual a missão e como encará-la, às vezes sem meias palavras. Se nós entendemos que o comerciante vende o que está em seu comércio, que o médico trata de doentes, que o mecânico cuida de carros com problemas, que o pedreiro levanta casas e prédios, que o alfaiate faz a roupa, que o poeta faz a poesia, que o vereador legisla, que o motorista dirige seu veículo, então o que há de estranho em o jornalista exercer sua profissão na mais profunda de sua missão? Ora, é cada qual, no seu cada qual. Bom, já se vão quase 18 anos de labuta só aqui em Santa Inês. No meu caso são 51  anos de jornalismo, e desde o ano passado sou detentor da Comenda Manuel Beckmann, a maior honraria do Estado concedido pela Assembleia Estadual do Maranhão em sessão solene e única numa sexta-feira, dia 27 de abril. A Assembleia não funciona às sextas-feiras, mas abriu para me conceder tamanha honraria. Então amigos – que são contados em centenas – logo a coisa por aqui é séria, o trabalho é reconhecido e temos a consciência tranquila de que cumprimos nosso dever. E sem mais lero, lero, vamos ao que mais ainda interessa; esta é edição de número 1410 do seu Jornal AGORA Santa Inês, que circula neste dia 25 de maio de 2019. Espero que todos tenham um ótimo dia, um bom final de semana e rogo a Deus que nos abençoe a todos! Amém!

NÃO FOI NO BRASIL

Mas poderia ser. Aqui os cuidados são mínimos também quanto a isso. Uma bebê de apenas dois anos morreu eletrocutada após ter colocado o carregador do celular na boca enquanto ele estava ligado à tomada. A menina chamada Shevar foi visitar seus avós em Jahangirabad na Índia. A mãe da pequena, Razia, deixou a filha brincando um pouco sozinha enquanto o carregador do celular estava na tomada não muito longe. Ele estava lá porque um outro membro da família estava carregando o celular, mas havia tirado o aparelho e esquecido o carregador na tomada. Foi então que a pequena colocou o carregador na boca, foi eletrocutada e acabou falecendo. Este triste caso é mais uma prova da importância de nunca deixar o carregador ligado à tomada sem o celular. 

PAULO GUEDES DIZ QUE RENUNCIARÁ SE PREVIDÊNCIA VIRAR ‘REFORMINHA’

O ministro da Economia, Paulo Guedes, garante que o presidente Jair Bolsonaro está totalmente empenhado em aprovar a reforma da Previdência nos moldes em que o projeto foi enviado pelo governo ao Congresso. A proposta prevê mudanças que gerariam uma economia de até 1,2 trilhão de reais aos cofres públicos nos próximos dez anos. É, de acordo com a equipe econômica, a senha para o Brasil deixar a crise de lado e impulsionar o crescimento. O contrário disso seria o caos, que pode, segundo o ministro, ocorrer já em 2020. Guedes, em entrevista exclusiva a VEJA, é muito claro: se houver uma mudança muito radical na proposta original da reforma, se aprovarem, como alguns defendem, uma espécie de remendo chamado jocosamente de “reforminha”, ele renunciará ao cargo. “Pego um avião e vou morar lá fora”, avisa. “Já tenho idade para me aposentar.”  É, tudo indica que Guedes vai morar fora. A tarefa de aprovar a proposta da Previdência ainda não está nem perto de ser uma realidade. O problema é a falta de confiança no Governo.

LULA VAI CASAR

A socióloga “Janja Lula da Silva”, como Rosângela da Silva é conhecida e se identifica nas redes sociais, tem 52 anos, mora em Curitiba, é filiada ao PT desde a década de 80 e foi apresentada ao público por aliados do ex­-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como sua nova namorada. Os dois já se conhecem há mais de duas décadas. Construíram, pode-se dizer assim, uma carreira bem próxima. Namorada de Lula Janja, foi contratada sem processo seletivo para trabalhar no escritório da Itaipu Binacional, em Curitiba, depois da eleição do petista e tem salário de R$ 17 mil e é visita constante ao ex-presidente preso.

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Coluna-do-Silveira

Data: 25/05/2019

Visitas: 420

Palavras-chave: COLUNA DO SILVEIRA 1410

Fonte:

Big Systems
4857566 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 22 do mês 08 de 2019