• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - COLUNA DO SILVEIRA 1435

COLUNA DO SILVEIRA 1435

“A Deus toda Honra e toda Glória pelo dia de ontem, de hoje e de amanhã. Ele é o dono de nossas vidas. Se seguirmos Seus ensinamentos teremos uma vida longa. Ele nos dará de graça, pois é verdadeiramente o Pai de todos nós e nos ama com amor Incondicional”. Clélio Silveira Filho. 

Olá, bom dia! Como não poderia deixar de ser, e por ser quarta-feira, 21 de agosto (nome de rua em Santa Inês) aqui estamos com a edição do meio da semana do Jornal AGORA Santa Inês, nas versões impressa, online e em PDF. Hoje, como sempre, trazemos dezenas de informações do dia a dia da cidade, da região, do Maranhão e até um “tiquinho” do que acontece lá em Brasília. E quando a gente fala em Brasília aqui, muita gente faz logo uma conexão direta de que iremos falar sobre o mais falado presidente da República desde que o Brasil é Brasil. Mas, não! Vamos nos reportar um pouco aqui nesta Coluna sobre Brasília, porque é lá que está o epicentro do que pode acontecer com o Maranhão, e como historiador que sou, e portanto, conhecedor que sou desde antão, do que hoje é fato ( e não tripa) na mídia maranhense,  vou abordar o tema já a partir do próximo parágrafo. Antes, quero rogar a Deus que nos abençoe muito neste dia, e que suas bênçãos nos alcancem onde estivermos. Amém! Ah, só um lembrete: se você tiver um tempinho, acesse espiawebtv no Youtube e assista ao vivo hoje ainda ou amanhã, a partir das 8 da manhã, o programa Mensagem de Fé, que está sendo apresentado esta semana aqui pelo Colunista, enviado pelo Padre Joelson Castro, Pároco da Matriz de Santa Inês. Você também pode assistir o respectivo programa a qualquer hora do dia ou da noite. Está lá, aguardando por você no Youtube.

 

MARANHÃO DIVIDIDO 

Pois bem, o que sinalizei ali atrás, é que falaria nos próximos parágrafos sobre um assunto que tomou conta da mídia maranhense a partir do começo desta semana. A redivisão territorial do Maranhão, que seria (ou será) transformado em dois estados: o Maranhão, e o Maranhão do Sul, que na verdade seria formado por cerca  de 49 a 50 municípios que ficam mais ao Sul e Sudeste do Estado.

 

VOLTEMOS AO TEMPO

Esta não é a primeira vez que se tenta dividir o Maranhão, ou levar parte dele para se unir a parte de outro estado limítrofe,  e daí criar-se um novo Estado. Mas é a terceira ou quarta tentativa de um dos políticos mais antigos do Brasil, assim como o José Sarney; Siqueira Campos. 

 

A PRIMEIRA TENTATIVA

A primeira tentativa do então deputado federal Siqueira Campos, nascido em Crato Ceará, mas eleito pelo Goiás, foi em 1975. Siqueira Campos queria criar o Estado do Tocantins, formado por municípios do Norte do Goiás, Sul do Pará e Sul e Sudeste do Maranhão. Pouca gente aqui em Santa se lembra, mas eu não esqueço; eu tinha 22 anos, e Siqueira Campos veio à Santa Inês para um congresso com autoridades maranhenses, que foi realizado no então Cine Art Palácio numa tarde de sábado. Foi aí que eu o conheci.

 

MAS, EM SANTA INÊS?

Sim, em Santa Inês. Não que o município viesse a fazer parte da lista dos municípios maranhenses que comporiam o novo Estado, mas porque os municípios que ficariam fora do projeto teriam que apoiar a saída dos outros, daí a importância  de reunir em Santa Inês líderes de várias partes da região, prefeitos, deputados, etc.

 

NÃO CONSEGUIU

Siqueira Campos bem que tentou. Em 1976, um ano depois que passou por aqui, eu já morava lá na região Tocantina,  e o acompanhei em uma expedição descendo o Rio Tocantins, mapeando os municípios a partir da nascente do mesmo até, salvo engano, Marabá. Mas, Siqueira Campos foi voto vencido. Nem o Pará e nem o Maranhão queriam se desfazer de seus municípios e se juntar aos do Goiás para criar o Estado do Tocantins.    

 

NÃO DESISTIU

Teimoso como nunca, Siqueira Campos não desistiu de criar um novo estado. Morava em Colinas, no Norte de Goiás (onde eu morei também) e seguia na Câmara Federal lutando pela criação do Estado do Tocantins.  Só que Siqueira Campos mudou de estratégia; deixou de lado a briga com os estados do Pará e Maranhão, e centrou força nos municípios do Norte do Goiás, de Gurupi até a divisa com Estreito no Maranhão. Deu certo.  E foi em 1988,  com a promulgação da Constituição brasileira, que foi criado o Estado do Tocantins que recém completou 30 anos.

 

O PRIMEIRO TUDO

Siqueira Campos, nascido  José Wilson Siqueira Campos em Crato no Ceará, em 1º agosto de 1928 (hoje com 91 anos) filho de mestre Pacífico Siqueira Campos - que tinha a profissão de seleiro e sapateiro - e de dona Regina Siqueira Campos,   foi o primeiro governador do Tocantins, cargo que exerceu por quatro vezes. Antes foi deputado federal por Goiás e vereador na cidade de Colinas (GO). Portanto foi tudo, e ainda é, na política do Goiás e do Tocantins, e não deixa de tirar uma “lasquinha” do Maranhão e de outros estados.

 

E AGORA, DE NOVO ELE!

Pois para completar a história,  no último dia  16 de julho, aos 90 anos, Siqueira Campos (DEM) foi empossado senador da República na vaga de Eduardo Gomes  (MDB-TO), que assumiu cargo no governo do estado. E qual foi seu primeiro ato? Entrar com um projeto no Senado (porta de entrada para isso) para criação do Maranhão do Sul, que terá (caso venha a ser criado) em seu território os maiores PIBs do Estado, com apenas 50 municípios, deixando para trás, 167 dos 217 municípios maranhenses.

 

SERÁ QUE VAI?

Conhecendo Siqueira Campos como eu o conheço, e a vontade do povo da Região Tocantina (vivi lá décadas) de se libertar do Maranhão desde o século 19, conforme conta a história, eu não duvido. Pode dar certo essa, digamos assim, última cartada de Siqueira Campos para dividir o Maranhão. Ele já tem as 27 assinaturas necessárias para que o Senado prossiga com o processo que ainda vai passar por um plebiscito, pelo Tribunal Eleitoral e outros quais, quais. Mas, tomem nota aí; Siqueira foi recebido no Senado como uma lenda da política brasileira, e do alto dos seus 91 anos, ele não tem nada a perder. Quem souber.....que conte outra história. Leia matéria com detalhes aí do lado na página 3. 

 

CEEB NA VEIA

Os amigos Jorge e Miguel Hadad estão que é só alegria com o retorno às aulas das mais de 500 crianças que frequentam o CEEB em tempo integral de segunda à sexta-feira. Tem direito a café da manhã, lanche, almoço, lanche e mais alimentação na hora de irem para casa. E tudo isso de graça. Graças aos investimentos que os Hadad fazem ali e o apoio de algumas instituições públicas e civis  e de colaboradores.

 

CEEB X CEMAR

O transformador que “estourou” quando a escola se preparava para retornar às aulas no começo do mês, foi substituído por outro conseguido pela escola, uma vez que a Cemar, teria feito cara de paisagem diante da situação que impedia mais de 500 crianças de frequentarem as aulas e se alimentarem. Aliás, muito se perdeu de comida, vez que a câmara fria e os freezers  ficaram sem funcionar por cerca de 5 dias ou mais. Fé meus irmão! Vamos vencendo uma batalha após a outra. Como diz o Gilberto Gil: “anda com fé eu vou, que a fé não costuma falhar”. Não falha mesmo! 

 

10 ANOS DE CEEB

E agora,  para a alegria de todos, na próxima quinta-feira (22) o CEEB completa 10 anos de atividade. Uma década de dedicação, de serviço prestado à população de Santa Inês. De servir! Um sonho que a cada dia que se passa, se torna uma das mais gratificantes realidades de Santa Inês. Obrigado pelo convite! Que Deus continue abençoando o grande projeto inclusivo e educativo que vocês sonharam!

 

BERNÁVIO E ADEMIR

A coluna de hoje fecha aqui deixando um abraço para os amigos Bernávio Claudino e Ademir (Ex-Casa do Papel). Ambas amizades foram construídas aqui desde os primeiros anos da década passada, lá pelos idos de 2001, 2002. Recentemente  encontrei com os dois, e pude revê-los saudáveis em plena forma. Que Deus os abençoe muito! Ah, senti a ausência de Osvaldo da Mardiza, Ronaldo Moraes da Mirante, e meu compadre Anfrísio Menezes.   

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Coluna-do-Silveira

Data: 21/08/2019

Visitas: 212

Palavras-chave: COLUNA DO SILVEIRA 1435

Fonte:

Big Systems
4975028 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 20 do mês 09 de 2019