• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - Profissionais da rede estadual de saúde participam de capacitação para prevenção e controle do sarampo

Profissionais da rede estadual de saúde participam de capacitação para prevenção e controle do sarampo

Gestores e profissionais da rede estadual de assistência médica foram capacitados sobre os aspectos clínicos, diagnósticos e manejo do sarampo, normas e instrumentos de controle da doença, diagnósticos laboratoriais, assim como coberturas vacinais e estratégias de imunização.

Mais de 60 profissionais de unidades da capital e do interior participaram, quarta-feira (25), do II Seminário de Sensibilização para Prevenção e Controle do Sarampo, no auditório do Laboratório Central do Maranhão (Lacen-MA), em São Luís. “O seminário capacita os profissionais para o enfrentamento e reconhecimento dos sinais e sintomas do sarampo, medidas de vigilância como bloqueio, esquema vacinal, grupos prioritários e manejo dos casos”, explicou a superintendente de Epidemiologia e Controle de Doenças da SES, Léa Márcia Melo da Costa. Em etapas anteriores, cerca de 500 profissionais da rede estadual das 18 Unidades Regionais de Saúde (URS) foram capacitados no estado.

A formação enfatizou aspectos clínicos, de diagnóstico e manejo do sarampo; aspectos epidemiológicos, normas e instrumentos da vigilância e controle do sarampo; diagnóstico laboratorial, procedimentos e metodologias preconizadas pela Rede de Laboratórios de Saúde; coberturas vacinais e estratégias de imunização em situações de surto; recomendações gerais e medidas de prevenção e controle do sarampo em estabelecimentos de saúde.

O médico infectologista Fabrício Silva Pessoa proferiu palestra sobre os aspectos clínicos do sarampo na capacitação. “O sarampo é um problema de saúde pública no país. Nosso estado está com essa política de vigilância, atenção e cuidado das pessoas mais suscetíveis a doença, assim como a sensibilização dos profissionais de saúde no tema e a importância da vacina como prevenção”, disse. Com a capacitação, os profissionais multiplicam os cuidados com a saúde da população. “Na Vila Luizão tivemos uma procura muito intensa por dose zero da vacina. Como o posto de saúde é recente, encontramos muitas carteirinhas desatualizadas. A formação está sendo muito importante para orientamos a população, já que somos nós que estamos na linha de frente do atendimento”, disse a enfermeira Cassiane Verde, da UPA da Vila Luizão.

VACINAÇÃO

Crianças com idade entre 6 meses e 11 meses e 29 dias devem receber a dose zero; é preciso, ainda, completar o esquema com as outras duas doses de rotina, sendo uma dose aos 12 meses (tríplice viral) e outra aos 15 meses (a tetra viral). As doses estão sendo distribuídas nos postos de saúde.

O médico infectologista Fabrício Silva Pessoa proferiu palestra sobre os aspectos clínicos do sarampo na capacitação. “O sarampo é um problema de saúde pública no país. Nosso estado está com essa política de vigilância, atenção e cuidado das pessoas mais suscetíveis a doença, assim como a sensibilização dos profissionais de saúde no tema e a importância da vacina como prevenção”, disse. Com a capacitação, os profissionais multiplicam os cuidados com a saúde da população. “Na Vila Luizão tivemos uma procura muito intensa por dose zero da vacina. Como o posto de saúde é recente, encontramos muitas carteirinhas desatualizadas. A formação está sendo muito importante para orientamos a população, já que somos nós que estamos na linha de frente do atendimento”, disse a enfermeira Cassiane Verde, da UPA da Vila Luizão.

VACINAÇÃO

Crianças com idade entre 6 meses e 11 meses e 29 dias devem receber a dose zero; é preciso, ainda, completar o esquema com as outras duas doses de rotina, sendo uma dose aos 12 meses (tríplice viral) e outra aos 15 meses (a tetra viral). As doses estão sendo distribuídas nos postos de saúde.

CASOS DE SARAMPO

No Maranhão, quatro casos de sarampo foram confirmados. O primeiro caso foi de uma mulher, de 48 anos, que contraiu a doença em uma viagem à São Paulo e voltou para o município de Vitorino Freire infectada. O segundo caso de sarampo registrado no estado foi notificado no dia 15 de agosto em uma criança, de 8 meses de idade, sexo feminino, reside no município de Lago da Pedra. O terceiro caso foi notificado e em São Luís, um homem de 33 anos, vindo de Santos (SP) e o quarto caso foi de uma criança, de sete meses, do município de Caxias, sem histórico de vacina, teve o caso confirmado da doença. As ações de bloqueio, com imunização dos contatos diretos foram adotadas.

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Regional

Data: 28/09/2019

Visitas: 85

Palavras-chave: Profissionais da rede estadual de saúde participam de capacitação para prevenção e controle do sarampo

Fonte:

Big Systems
5115656 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 14 do mês 10 de 2019