• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - TRIBUNAL DO JÚRI CONDENA DOIS RÉUS EM SANTA LUZIA DO PARUÁ

TRIBUNAL DO JÚRI CONDENA DOIS RÉUS EM SANTA LUZIA DO PARUÁ

O Poder Judiciário de Santa Luzia do Paruá divulgou os resultados de dois júris realizados nos dias 17 e 19 de setembro na comarca. As sessões, presididas pelo juiz titular João Paulo Oliveira, tiveram como réus Ivan Gleyton Ferreira Cordeiro e Vanuza Pereira Nascimento, acusados de crimes de homicídio qualificado e tentativa de homicídio, respectivamente. Os dois foram considerados culpados pelo conselho de sentença. Gleyton Cordeiro recebeu a pena de 14 anos de reclusão e Vanuza Nascimento foi condenada a 7 anos e meio de prisão.

O CRIME

Conforme a denúncia do primeiro caso, Ivan Gleyton Ferreira Cordeiro estava sendo julgado pela morte de Ismael Caetano de Sousa. O crime ocorreu em 16 de fevereiro de 2013 e Ismael foi morto a golpes de faca. Narra o inquérito policial que acusado e vítima estariam bebendo juntos no Bar do Reginaldo, em Nova Olinda do Maranhão, termo judiciário de Santa Luzia do Paruá. Em um certo momento, Ismael teria afirmado que estava na hora de parar de beber, momento em que Ivan afirmou que eles não seriam mais amigos e que iria matá-lo. Ivan Gleyton saiu e retornou armado com uma faca, perguntando se Ismael queria brigar. De pronto, ele teria pego no braço de Ismael e aplicado facadas no abdômen, momento em que a vítima tentou correr. Ismael caiu e foi atingido a facadas em várias partes do corpo, até que a lâmina da faca entortou. Ismael Caetano não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

TENTATIVA DE HOMICÍDIO

Sobre o segundo julgamento, a ré Vanuza Pereira Nascimento estava sendo acusado de crime de tentativa de homicídio, praticado contra a vítima Antônia Cristiane Fernandes. De acordo com a denúncia, Vanuza, acompanhada de seu companheiro, teriam ido até a casa de Antônia armados com uma faca e um pedaço de madeira. Vanuza teria desferido golpes de faca na mão e na cabeça de Antônia, que ainda recebeu várias pauladas do homem identificado como Raildo Sousa Carneiro, companheiro de Vanuza. Ao ouvir os gritos de socorro, os vizinhos disseram que a polícia estava chegando, e os acusados foram embora, sendo capturados momentos depois. Os processos de Vanuza e Raildo foram desmembrados. Vanuza Pereira Nascimento deverá cumprir a pena em regime, inicialmente, semiaberto.

 

(Michael Mesquita /Assessoria de Comunicação  Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão)

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Regional

Data: 02/10/2019

Visitas: 75

Palavras-chave: TRIBUNAL DO JÚRI CONDENA DOIS RÉUS EM SANTA LUZIA DO PARUÁ

Fonte: Michael Mesquita /Assessoria de Comunicação Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão

Big Systems
5115232 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 14 do mês 10 de 2019