• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - Esclarecendo dúvidas sobre a Infecção Humana pelo Novo Coronavírus (2019-nCoV)

Esclarecendo dúvidas sobre a Infecção Humana pelo Novo Coronavírus (2019-nCoV)

 

O que são coronavírus?

Os coronavírus (CoV) compõem uma grande família de vírus, que receberam esse nome devido às espículas na sua superfície, que lembram uma coroa (do latim corona). Podem causar desde um resfriado comum até síndromes respiratórias graves, como a síndrome respiratória aguda grave (SARS) e a síndrome respiratória do Oriente Médio (MERS). Os vírus foram denominados SARS-CoV e MERS-CoV, e Coronavírus chamado de (2019-nCoV)

O que é este novo coronavírus?

Trata-se de uma nova variante do coronavírus, denominada 2019-nCoV, até então não identificada, isolada na China em 07/01/2020. O novo coronavírus foi identificado após a notificação de uma série de casos de pneumonia de causa desconhecida a partir de 31/12/2019, diagnosticados inicialmente na cidade chinesa de Wuhan, capital da província de Hubei.

 Qual a origem do surto atual?

A origem ainda não está elucidada. Acredita-se que a fonte primária do vírus seja animal, provavelmente em um mercado de frutos do mar e animais selvagens vivos em Wuhan. Relatam que o novo coronavírus pode ter em morcegos a sua origem. Pesquisadores do Centro de Controle e Prevenção de Doenças da China avaliaram animais selvagens do mercado e, em cerca de 30 destes, foram encontradas evidências do 2019-nCov.

Os coronavírus podem ser transmitidos de animais para humanos?

Sim. É possível a transmissão de animais para humanos após mutações, o que se denomina species jumping. Por exemplo, o SARS-CoV e o MERS-CoV surgiram em morcegos.

A transmissão do coronavírus acontece entre humanos?

Sim. Alguns coronavírus são capazes de infectar humanos e podem ser transmitidos de pessoa a pessoa pelo ar, por meio de tosse ou espirro, pelo toque ou aperto de mão ou pelo contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido então de contato com a boca, nariz ou olhos. Ainda não está claro com que facilidade o 2019-nCoV é transmitido de pessoa para pessoa.

Qual é o período de incubação do novo coronavírus?

Ainda não há uma informação exata. Presume-se que o tempo de exposição ao vírus e o início dos sintomas varia de 2 a 14 dias, segundo o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC). Já a Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que este período seja de 2 a 10 dias.

Quais são os sintomas de uma pessoa infectada pelo novo coronavírus?

Os sintomas incluem febre, tosse e dificuldade respiratória. Porém, as pessoas com infecção podem não ter sintoma, ou apresentar um quadro semelhante a um resfriado comum, até casos graves com pneumonia e insuficiência respiratória. Crianças de baixa idade, pessoas acima de 60 anos e pacientes com condições que comprometem a imunidade podem ter manifestações mais graves.

 

Como é feita a confirmação do diagnóstico do novo coronavírus?

Exames laboratoriais realizados por biologia molecular identificam o material genético do vírus em secreções respiratórias ou também amostra de secreção respiratória inferior (escarro ou lavado traqueal ou lavado bronco alveolar).

Existe um tratamento para o novo coronavírus?

Não há um medicamento específico. Indica-se repouso e ingestão de líquidos, além de medidas para aliviar os sintomas, como analgésicos e antitérmicos. Nos casos de maior gravidade com pneumonia e insuficiência respiratória, suplemento de oxigênio e mesmo ventilação mecânica podem ser necessários.

Posso tomar um antibiótico para prevenir contra o novo coronavírus?

Não. Antibióticos não estão indicados nem para prevenir nem para tratamento, pois não agem contra vírus, somente bactérias.

Existe uma vacina para o novo coronavírus?

Como a doença é nova, não há vacina até o momento.

 

Tomei a vacina contra a gripe. Estou protegido contra o novo coronavírus?

Não. A vacina da gripe protege somente contra o vírus.

Como reduzir o risco de infecção pelo novo coronavírus?

? Evitar contato próximo com pessoas com infecções respiratórias agudas;

? Lavar frequentemente as mãos por pelo menos 20 segundos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente e antes de se alimentar. Se não tiver água e sabão, use álcool em gel 70%, caso as mãos não tenham sujeira visível;

? Usar lenço descartável para higiene nasal;

? Cobrir nariz e boca ao espirrar ou tossir;

? Evitar tocar nas mucosas dos olhos;

? Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;

? Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;

? Manter os ambientes bem ventilados;

? Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações.

 

Temos casos do novo coronavírus no Brasil?

Até a publicação deste documento, o Brasil não tem casos registrados da doença. Somente casos suspeitos, que devem ser avaliados após os resultados dos exames laboratoriais.

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Entretenimento

Data: 01/02/2020

Visitas: 99

Palavras-chave: Esclarecendo dúvidas sobre a Infecção Humana pelo Novo Coronavírus (2019-nCoV)

Fonte: Henrique Bruno

Big Systems
5896554 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 25 do mês 02 de 2020