• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - COLUNA DO SILVEIRA 1481

COLUNA DO SILVEIRA 1481

“Na verdade só alcançaremos Deus Pai,  através do filho, Jesus Cristo. O caminho é mais rápido e certo! Também  devemos acreditar que através de Maria, a Virgem, podemos alcançar  seu Filho, Jesus Cristo”. Do livro, Gotas de Reflexão Espiritual, Parte II, de autoria deste Colunista.

 

Olá, bom dia, boa semana! Sem folia, mas com muita alegria e gratidão no coração, cá estamos com mais uma edição impressa, online e eletrônica do Jornal AGORA Santa Inês, esta a do meio da semana, que circula nesta quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020. Recomendamos aos nossos milhares de leitores aqui e além mares, que leiam o nosso Editorial de hoje, que se reporta ao clima de violência cujo cenário se tornou a cidade de Santa Inês, e notem que cobramos das autoridades de Segurança, que tomem a devida providência para estancar esse “faroeste” fora de época. Ao mesmo tempo em que debitamos ao Estado, a falta de condições para que as polícias desenvolvam seu trabalho de nos garantir o direito de ir e vir. Mas, tem mais, muito mais nas 16 páginas do Jornal AGORA Santa Inês. Tem de tudo um pouco. Política, Polícia, Carnaval, Variedades, Social, Críticas, Artigos, Colunas, matérias em geral, cerca de no mínimo uns 60 ou 70 assuntos, 10 vezes mais o que aborda um telejornal. Com uma diferença; o que está escrito aqui, entra para os anais da história de Santa Inês como documento, com todo respeito aos outros meios de comunicação. Bom, esta é a edição 1481. Rogamos a Deus que Ele nos abençoe a todos, nos dê muito juízo nesse Carnaval que se aproxima, e que suas bênçãos nos alcancem onde estivermos. Amém!

ANIVERSÁRIO DE PENINHA


Na última segunda-feira foi o aniversário dele, um dos maiores cantores e compositores do Brasil, com mais de 500 músicas gravadas por ele, Caetano Veloso (Sozinho e Sonhos), Fábio Júnior (Almas Gêmeas e outras), Sandra de Sá, Daniel (Ah, eu adoro amar você...), só Daniel gravou mais de 20, muitos e famosos grupos de pagode e as famosas duplas sertanejas, além de outros nomes. Algumas de suas músicas foram gravadas por artistas internacionais, em Italiano, Francês, Inglês e Espanhol, só para ficar só nessas. Peninha é de 17 de fevereiro de 1953. Completou portanto segunda, 67 anos. Logo, se Deus quiser, vou estar completando os mesmos 67 anos, em 25 de abril. Na noite de segunda, eu e meu amigo e irmão Peninha, ficamos conversando por cerca de uma hora em chamada de vídeo. Ele em São Paulo e eu aqui em Santa Inês. Foram muitas as lembranças repassadas de um tempo na década de 80, em que nos aventuramos em fazer shows por vários estados do Nordeste e do Norte do Brasil Peninha estourado com diversos  sucessos. Foram várias temporadas em anos diferentes. Quanta loucura! Viajávamos só nós dois e Deus em uma Caravan/Chevrolet, ou de avião, dependendo do trecho. Como dissemos na segunda; foi muito livramento! Deus cuidou de nós. A palavra para tudo isso é GRATIDÃO a Deus. Uma conversa alegre, mas, emocionante. Haroldo (este é seu nome), quem nos conhece desde muito tempo, sabe como grande é o nosso coração. Espero que este dia de segunda, de ontem e de hoje, você aproveite para curtir o amor de seus filhos, de seus amigos, de seus milhões de fãs e de Deus. Repito pela milésima vez; FELIZ ANIVERSÁRIO, grande amigo e irmão PENINHA!

 

DIA DO REPÓRTER


No último domingo (16) de fevereiro, no Brasil,  comemorou-se (mesmo contra a vontade de quem passou os últimos dias, semanas e meses querendo nos intimidar ou calar) o Dia do Repórter! Que ironia! Aprendemos que esta é uma profissão arriscada em muitos países, incluindo o Brasil. Entretanto, rogamos a Deus que Ele nos abençoe, e nos dê coragem para seguir, simplesmente fazendo o que todo mundo deve fazer; cumprir suas obrigações profissionais. Ressaltamos que todo Repórter é Jornalista, mas não necessariamente todo Jornalista é Repórter. Mas, pode ser. Um grande e feliz dia para todos os nossos colegas Repórteres, foi o que desejamos! (Arte ilustrativa/Reprodução).

 

PARA OS INCRÉDULOS!  


Há 41 anos atrás, eu já repórter de Rádio (e locutor) Jornal e TV, fazia parte de um dos maiores grupos de comunicação do Centro Oeste Brasileiro; o Grupo Jaime Câmara de Comunicação, dono do Sistema Globo no Goiás e desde a criação do Estado, no Tocantins. Também dono do Jornal Popular de Goiânia, Jornal Brasiliense, de Brasília, Jornal do Tocantins, hoje sediado em Palmas, tendo sido eu seu primeiro repórter, sob a direção da jornalista Luíza Renovato e do Editor Domiciniano Farias. O grupo também é dono de todo o Sistema Anhanguera de Comunicação e do Sistema Araguaia de Comunicação. Hoje os fundadores, Comendador Jaime Câmara sua esposa, Dra. Célia Câmara (uma grande amiga e colega na direção da FAIBRA/ Federação das Associações de Imprensa do Brasil, que na minha época de presidente da AIRT/Associação de Imprensa da Região Tocantina, era presidida por ela) já não estão mais entre nós. Mas o Grupo segue forte e atuante em Brasília, no Goiás e Tocantins. Aí em cima o meu registro como Locutor e Repórter em dois veículos de Comunicação dos Câmaras, respectivamente Rádio e Jornal. Há quase 41 anos "direto do fundo do baú!". Portanto,  também dia 16 foi o meu dia! Nosso dia! Foto: contrato de trabalho na CLT.

 

O REPÓRTER CLÉLIO SILVEIRA


O “Repórter Clélio Silveira Filho em ação”, em uma das cidades Satélites de Brasília. Ano, salvo engano, 1977. Já se vão uns 43 anos. Daí, nada de estranhar a honraria que a Assembleia Estadual do Maranhão me concedeu, a Comenda Manuel Beckmann pelos meus 50 anos de Comunicação/Jornalismo. Uma indicação do Deputado Estadual Sousa Neto, e aprovada por unanimidade da ALEMA. Pena que Sousa não quis mais ser deputado, porém eu sigo no batente até hoje chegando aos 67 anos de idade. Obrigado Sousa, mais uma vez por tamanha honraria, e Obrigado a Deus, minha família e amigos, por tudo. FOTO: O Repórter Clélio Silveira Filho em ação, em uma das cidades Satélites de Brasília.

 

POLITICANDO LÁ  E CÁ!

Meus e minhas, como diria o saudoso Jurivê de Macedo, o nosso querido Brasil, vive hoje um estado de “bagunça política generalizada”, e infelizmente o que era para ser bom, está servido para piorar,  mais ainda as coisas; as tais redes sociais. Não me venham com história de que os governos que antecederam Bolsonaro eram todos corruptos. Disso não temos dúvidas e nem discutimos. Não os apoiamos. Batemos forte no PT, no PSDB, no PMDB – Lula/Dilma/Temer, etc. Mas, isso já passou e quem  está no comando do país não tem o direito de pautar o que deve ser ou não assunto do dia. Ademais, está aí a cerca de 13 meses e cercado de denúncias, inclusive de corrupção, ele e a família, por todos os lados. Imagina isso daqui a 10 anos. Mas, as tais redes sociais, meus e minhas, todos os dias querem nos  encher de fake-news, elas, as fakes, são disparadas a “fole” de todo jeito. Até os 51 km de rodovia que o atual presidente fez, foi tratado como se ele tivesse feito uma BR de 4000 km, que começou em 1970 e estava parada então há 50 anos?  Ora bolas! Ora Pílulas! Não respeitam  nem os 15 anos a mais que seus colegas de farda passaram no comando do país de 70 a 85, quando deixaram o poder, fora os anos que ficaram para trás. Nessa história  de ao invés de trabalhar, atrapalhar, nem o Papa escapa dessa  gente. Não sou besta e nem trouxa. Entendo disso e de política. A mim não convencem mesmo! Sou estudioso da matéria, e portanto, não sou analfabeto neste mister! Não sou petista ou qualquer outro “ista”. Sou brasileiro  e tenho, como profissional que sou, todo o direito e a obrigação de discordar com o que está aí. Ponto! Tudo tem limites e respeito tem quem se dá respeito! Já dizia minha avó Maria Benigna Brito.     

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Coluna-do-Silveira

Data: 19/02/2020

Visitas: 219

Palavras-chave: COLUNA DO SILVEIRA 1481

Fonte:

Big Systems
6145631 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 02 do mês 04 de 2020