• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - COLUNA ESTADO ALERTA 1488

COLUNA ESTADO ALERTA 1488

O CASO É SÉRIO!

O sistema de saúde pode entrar em colapso em abril em decorrência da pandemia do novo coronavírus, disse ontem, sexta-freira (20), o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, durante videoconferência da qual participaram o presidente Jair Bolsonaro e representantes de associações empresariais brasileiras.

 

VEM SUFOCO POR AÍ!

“No final de abril sistema entra em colapso. O colapso é quando você pode ter o dinheiro, o plano de saúde, a ordem judicial, mas não há o sistema para entrar”, afirmou o ministro. A estimativa do Ministério da Saúde é que haja um crescimento dos casos do Covid-19 nos próximos dez dias, uma subida mais aguda em abril, permanecendo alta em maio e junho.

 

DESACELERAÇÃO

A partir de julho é a expectativa de início da desaceleração. Em julho começa um plateau (estabilidade) e em agosto um movimento de queda.

Mas a intensidade depende das medidas adotadas e do comportamento das pessoas, destacou Mandetta.

 

ISOLAMENTO É O REMÉDIO

Neste sentido, o ministro reiterou a importância da redução de circulação e iniciativas de isolamento.

“Para evitar esse colapso eventualmente pode ser necessário segurar a movimentação para ver se consegue diminuir a transmissão. Quando tomamos medida de segurar 14 dias, o impacto só é sentido 28 dias depois. A cadeia é sustentada e você quebra”, comentou Mandetta.

 

 

COMO VAI SER

O Ministério divulgou novo protocolo para os postos de saúde. Nos locais com transmissão comunitária (São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Porto Alegre, Belo Horizonte e Santa Catarina) pessoas com sintomas do novo coronavírus terão um atendimento agilizado, serão colocadas em isolamento por 14 dias assim como familiares e todos os idosos acima de 60 anos. Nos locais sem transmissão comunitária, pessoas com sintoma de Covid-19 devem buscar os postos de saúde e ficar em isolamento, com monitoramento a cada 48 horas. Caso mais graves serão encaminhados para atendimento hospitalar.

 

 UM BOLSONARO EM APUROS

“As suas palavras são extremamente irresponsáveis e nos soam familiares. Não deixam de ser uma imitação dos seus queridos amigos. Ao voltar de Miami, contraiu, infelizmente, vírus mental, que está infectando a amizade entre os nossos povos. Lamentavelmente, você é uma pessoa sem visão internacional nem senso comum, sem conhecer a China nem o mundo. Aconselhamos que não corra para ser o porta-voz dos EUA no Brasil, sob a pena de tropeçar feio”, disse  o embaixador chinês no Brasil, Yang Wanming, e pediu que Eduardo “retire imediatamente” seu comentário e peça desculpas ao povo chinês. O pai dele, Jair, disse que não tem nada a ver com isso e que é “assim” com o Governo Chinês. Vai vendo!!!! 

 

OUTRO BOLSONARO SOB “PANELAÇO”

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que não há nenhuma preocupação no governo federal sobre as recentes manifestações populares contra sua gestão. Na quarta-feira (18), panelaços foram registrados em diversas capitais brasileiras manifestações se repetiram na quinta-feira. “Estou preocupado com o vírus, saúde e emprego do povo brasileiro. Qualquer panelaço, qualquer coisa que venha acontecer é manifestação democrática”, afirmou. Um....como está mudado!

 

ENXERGOU O CORONAVÍRUS

Após minimizar a disseminação do novo coronavírus no primeiro momento, o presidente afirmou que é necessário uma “carga pesada” de conscientização na população. Apesar de ser contrário ao fechamento do comércio, Bolsonaro pediu para que quem não precisar sair de casa, evitar ir às ruas. “Esta tem que ser a mais importante orientação ao povo brasileiro”, afirmou.

 

NEGO TRÊS VEZES!

O presidente também negou que haja qualquer problema em relação ao Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, ou outros membros de sua equipe. “Mandetta, por exemplo, estava um ministro normal. De repente, um dia, ele apareceu e está mostrando sua competência”, afirmou.

 

VIANEY FALANDO SÉRIO

A prefeita de Santa Inês, deu uma entrevista na manhã de hoje, onde mandou um recado para àqueles que não estão levando a sério o tal coronavírus. A prefeita disse que na hora “H”, pode faltar leito e kits para testes, etc. e que enquanto isso o povo não quer saber de se recolher e coisa e tal. Coisas de Vianey. É o jeito dela, mas tudo o que disse tem fundamento.

CHUMBO QUENTE

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Politica

Data: 21/03/2020

Visitas: 92

Palavras-chave: COLUNA ESTADO ALERTA 1488

Fonte:

Big Systems
6118902 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 29 do mês 03 de 2020