• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - DADOS DE  2018 DIZEM QUE OS BANCOS INSTALADOS EM SANTA INÊS EMPRESTARAM NAQUELE ANO, 400 MILHÕES DE REAIS E RECEBERAM 280 MI DE DEPÓSITO

DADOS DE 2018 DIZEM QUE OS BANCOS INSTALADOS EM SANTA INÊS EMPRESTARAM NAQUELE ANO, 400 MILHÕES DE REAIS E RECEBERAM 280 MI DE DEPÓSITO

Além das potencialidades e vantagens a olhos visto que apresentam Santa Inês e sua região, alguns números  --  que são revelados pela primeira vez –  mostram que o município e vizinhanças propiciam certa sustentabilidade aos interesses do conjunto das instituições financeiras locais. Presentemente, Santa Inês conta com sete instituições financeiras e de crédito: quatro oficiais (Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco do Nordeste e, por enquanto, o Banco da Amazônia) e três instituições privadas (Bradesco, Itaú e Sicoob, esta uma organização cooperativada de crédito).Considerando as informações consolidadas mais recentes, que são de 2018, as seis instituições financeiras de Santa Inês (sem o Sicoob) totalizaram R$ 399 milhões 080 mil em operações de crédito (financiamentos, empréstimos) em favor de pessoas físicas e jurídicas.  Esse total é o recorde de valor de operações já feitas no município, a partir de uma série histórica que se inicia em 2006, com R$ 97 milhões 204 mil, ultrapassa a casa dos R$ 152 milhões em 2009, passa dos R$ 201 milhões em 2012, chega aos R$ 301milhões em 2014, até se aproximar, em 2018, dos R$ 400 milhões (R$ 399.080.872,00).Esses números SEMPRE CRESCENTES dos bancos de Santa Inês em suas operações de crédito dizem o quê? Como não há de se acreditar em operações fantasma, em golpe, em fraude, confirma-se que o dinamismo econômico é o que esteja na base e no entorno desse crescimento permanente no valor total dos créditos (financiamentos, empréstimos).

QUANTO OS BANCOS

RECEBERAM DE DEPÓSITOS

Todos  sabemos que um banco, por um lado, é EMPRESTADOR/FINANCIADOR e, por outro, é CAPTADOR de recursos. E os clientes das instituições financeiras de Santa Inês têm atendido razoavelmente essa necessidade de captação, de ingresso de recursos nos bancos. Os números, até agora inéditos, mostram que as agências bancárias de Santa Inês receberam CENTENAS DE MILHÕES do suado dinheiro do povo e das empresas e outros clientes. No total, consolidado em 2018, foram R$ 279 milhões 678 mil que saíram do bolso das pessoas, da economia das famílias ou dos cofres das empresas e instituições para dentro dos bancos de Santa Inês. Desse total, R$ 25 milhões 567 mil correspondem a depósitos à vista, aqueles que ficam nas contas correntes, geralmente sem render nada ou rendendo muito pouco. A esse valor acrescentem-se R$ 39 milhões 366 mil em depósitos a prazo, que são aqueles colocados pelos clientes para render, com previsão de retirá-los em determinado prazo com determinado rendimento (juros). E a esses dois tipos de depósito some-se o elevado valor de depósitos em poupança: R$ 214 milhões 743 mil. Repita-se: tudo somado, o povo e as empresas de Santa Inês e jurisdição depositaram R$ 279 milhões 678 mil nos cofres das instituições financeiras locais. (Por Edmilson Sanches especial para o AGORA).

 

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Entretenimento

Data: 29/07/2020

Visitas: 84

Palavras-chave: DADOS DE 2018 DIZEM QUE OS BANCOS INSTALADOS EM SANTA INÊS EMPRESTARAM NAQUELE ANO, 400 MILHÕES DE REAIS E RECEBERAM 280 MI DE DEPÓSITO

Fonte:

Big Systems
8005239 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 01 do mês 12 de 2020