• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - DA MURIÇOCA (ENTÃO PINDARÉ) PARA O MUNDO  O MAIS GRADUADO PROFESSOR PINDAREENSE

DA MURIÇOCA (ENTÃO PINDARÉ) PARA O MUNDO O MAIS GRADUADO PROFESSOR PINDAREENSE

O professor da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, com vários doutorados e especializações, também poeta,  escritor, imortal  Raimundo Lopes Matos já participou de congressos  no Chile, Panamá, Costa Rica, Espanha, Portugal, Itália, França, Holanda, Grécia e Áustria. No Maranhão quase ninguém sabe que ele nasceu “debaixo de um pé de pequizeiro” no Povoado de Muriçoca, então município de Pindaré Mirim, em 1952. Autor de vários livros, membro de academias de letras, Raimundo Lopes Matos mantém contato com o Editor Geral dos veículos do Sistema AGORA de Comunicação, jornalista Clélio Silveira Filho, desde 2015. Como filho de Pindaré, e como ninguém o conhece por lá, e ainda estando  sob o clima dos 97 anos de emancipação política do vizinho município, completados ontem, e como toda cidade tem sua história que a cada dia precisa ser atualizada, esta edição dedica várias páginas com informações, dados, curiosidades, etc. E especialmente nesta página, trazemos a “história” de como se deu os primeiros contatos do Mestre Raimundo Lopes Matos com este jornal lá em 2015 e quem é o nosso personagem:   

SENHOR DIRETOR/REDATOR DO JORNAL AGORA SANTA INÊS,

Tomo a liberdade de fazer esse contato com o nobre colega e companheiro de comunicação do Jornal AGORA Santa Inês. Há anos, atuei como jornalista provisionado ao lado de minhas outras atividades. Sou professor universitário em Universidade pública. Sou da periferia do Planeta e da nossa capital regional Santa Inês. Nasci, em 01 de julho de 1952, às 18h, no povoado de Muriçoca. Ainda criança, família desprovida de recursos para os estudos, estive transitando por Maguari, Centro de Tinga, José do Amâncio, Santa Teresa, Tufilândia e Santa Luzia (ainda não eram cidades) e Vitorino Freire.

Meninote, ainda, fui para Belém do Pará, depois para São Paulo e Rio de Janeiro. Fiz o que queria. Encontrei o que buscara. Estudei.

Tenho estado no Chile, Panamá, Costa Rica, Espanha, Portugal, Itália, França, Holanda e Grécia,  e na Áustria.

Todavia, ultimamente, venho pensando muito em Muriçoca, Santa Inês, Pindaré Mirim... Já andei por tantos outros lugares e sem nenhuma aproximação com a minha terra de berço. Timidamente, estou procurando me aproximar pela Educação e pela Comunicação. Talvez possa contribuir em alguma coisa nessas áreas. Daí, entrar em contato com o prezado Diretor/Redator e já enviar, em anexo, um pequeno texto sobre Semiótica. Caso haja interesse, pode ser um primeiro texto de uma série. Caso contrário, tudo bem. Sem nenhum constrangimento.

Mais dados a meu respeito, podem ser encontrados, acessando o “buscar currículo” na Plataforma Lattes do CNPq, usando o nome Raimundo Lopes Matos. Obrigado por receber meu e-mail.

Abraço. Matos.

RESPOTA DO EDITOR

Grande Mestre Raimundo Matos, o seu e-mail nos enche de orgulho ao saber que no povoado de Muriçoca (que querem nos tomar) nasceu alguém com tão alto grau de conhecimento que leva ao país e a outros continentes o nome de nossa querida cidade. Seja bem vindo com seus artigos e obrigado por nos honrar com eles. O primeiro segue publicado aí do lado nesta página 2. Um abraço!

 

RAIMUNDO LOPES MATOS SEGUNDO A PLATAFORMA LATTES EM 24/06/2020

Licenciou-se em Letras com Habilitação Português/Espanhol - Universidade de Taubaté - UNITAU, em 1978; em Letras com Habilitação em Inglês - Universidade Estadual de Santa Cruz, UESC, Ilhéus/BA, em 1984; em Direito - Universidade de Taubaté - UNITAU, em 1993; Especialização em Língua Portuguesa e Literaturas Brasileira e Portuguesa - Universidades Estadual da Bahia - UNEB, Federal da Bahia - UFBA e Federal da Paraíba - UFPa; Mestrado em Comunicação e Semiótica - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo / PUC-SP, com dissertação defendida em 1992, em Processo de Criação em Mário de Andrade; Doutorado em Comunicação e Semiótica - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo- PUC-SP, com tese defendida em 1997, em Modernidade/Pós-Modernidade e Poética em Vicente Huidobro; Pós-Doutorado em História Política da América Latina - Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ -, estágio pós-doutoral realizado no período de março de 2009 a junho de 2010. Professor do Ensino Fundamental e do Ensino Médio de 1975 a 1984; professor universitário desde 1984; foi diretor da Faculdade de Formação de Professores de Jequié - FFPJ; foi diretor do Departamento de Ciências Humanas e Letras; foi coordenador do Mestrado em Memória Social e Documento, convênio entre as Universidades Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB e Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO; Reitor Pro Tempore. Atualmente, é Professor Pleno de Literatura Brasileira na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB; é coordenador do Grupo de Pesquisa "Comunicação e Semiótica: Linguagens e Leituras" com as seguintes linhas de pesquisa: Comunicação e Semiótica - Linguagens, Leituras e Poéticas; Processo de Criação; Produção e Leitura de Textos Literários, Científicos e Outros. Atua nas áreas de educação, modernidade, pós-modernidade, literatura, poética, arte, cultura, religião.

ENDEREÇO PROFISSIONAL

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Departamento de Ciências Humanas e Letras - DCHL.

Av. José Moreira Sobrinho, s/nº

Jequiezinho

45206510 - Jequié, BA  -  Brasil 

Telefone: (73) 35258413 

URL da Homepage: http://www.uesb.br/

Professor da Uesb apresenta trabalho na Holanda

Por Carlos Almeida Santos

 

O professor da Uesb, Raimundo Lopes Matos, do Departamento de Ciências Humanas e Letras (DCHL), do campus de Jequié, teve seu trabalho selecionado para apresentação em uma universidade do exterior, após meses de pesquisa científica.

O professor, que é titular da cadeira de Literatura Brasileira, esteve na Universiteit Leiden, na Holanda, entre os dias 26 e 29 de agosto, mostrando o resultado da pesquisa “O Modernismo Verde-Amarelo: Modernismo e Autoritarismo”. A apresentação aconteceu no “Simpósio K54, América Latina, Investigação Popular e Autoritarismo 1930/1980”, promovido pela Associação de Historiadores Latinoamericanistas Europeus (AHILA). O foco da pesquisa é a poética de Gregório de Matos e Oswald de Andrade relacionadas ao Barroco e ao Modernismo. O trabalho teve a participação de alunos bolsistas de Iniciação Científica da Uesb e contou com apoio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PPG). “Achei interessante mostrar nossa produção feita aqui na Uesb em outro país, pois, com isto, incentivamos também outros colegas da nossa Instituição a produzir pesquisa e ciência”, frisou o professor Raimundo Matos. (ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO).

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Regional

Data: 29/07/2020

Visitas: 131

Palavras-chave: DA MURIÇOCA (ENTÃO PINDARÉ) PARA O MUNDO O MAIS GRADUADO PROFESSOR PINDAREENSE

Fonte:

Big Systems
6917919 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 04 do mês 08 de 2020