• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - Coluna do Silveira 1085

Coluna do Silveira 1085

“As bênçãos de Deus na vida familiar, devem ser pedidas todos os dias. Não esqueçamos de pedi-las logo ao amanhecer, após Glorificarmos o Pai por mais um dia de vida”. Do livro Gotas de Reflexão Espiritual I, do Colunista. 

 

Olá, bom dia! Aqui estamos de volta outra vez, como diz o Bial lá no seu BBB de vocês. Melhor dizendo, 16. Esta é mais uma edição impressa do seu Jornal AGORA Santa Inês, que circula neste sábado, dia 13 de fevereiro de 2015, em plena quaresma. O carnaval, como tudo passa, já passou, vem agora a Semana Santa, e depois só Deus sabe o que vai acontecer, afinal este é um ano de eleições para prefeito onde o prefeito do município dificilmente será candidato à reeleição. Se tiver juízo, não sairá candidato a nada. Mas ele não é o único político de Santa Inês. Existem outros que já estão caducando de tanta política que fizeram. Existem os neófitos, àqueles que vão debutar agora na campanha eleitoral ou vão para a segunda experiência política. O danado  é que são muitos. Um buraco se abriu no espaço político de Santa Inês e o povo terá uma grande oportunidade de sair da mesmice. Terá nomes novos e sem passado político,  correndo para ocupar o gabinete do prefeito. Resta ao eleitor se conscientizar que voto não se vende, da mesma forma que o político deve criar vergonha na cara e não comprar votos. No Brasil o voto é OBRIGATÓRIO! Queira ou não, o eleitor é obrigado a votar. Não precisa vender seu voto e nem político precisa compra-lo. Ambos, eleitor e político, precisam se respeitar. Quem compra voto, pegou dinheiro emprestado de agiota ou vendeu o patrimônio e depois vai repô-lo com o dinheiro do povo. Essa “engenharia” política é fácil de entender. Só quem não quer, não entende. Ou faz de conta que não entende. Bom, esta é a edição 1085. Esperamos que todos tenham um bom final de semana e que Deus nos abençoe a todos. Amém!  

 

Os Vale

 Lamentamos aqui profundamente o fato que aconteceu com o advogado José do Vale Filho, que como bem destaca o nome, vem a ser filho do saudoso empresário de Santa Inês e Pindaré – muito embora tenha nascido no Piauí – José do Vale, cujo genro foi prefeito de Santa Inês, Alexandre Dames. Zé do Vale Filho desapareceu em um ultraleve desde a tarde da última terça-feira quando retornava de Arari para São Luís. Ele e outro colega advogado estão desaparecidos e só o que resta é mesmo esperança de serem encontrados com vida. Partes do ultraleve anfíbio já foram localizadas. Mas nem notícia dos dois que viajavam nele. Toda a família Vale se encontra em São Luís e uma força tarefa que envolve até a Aeronáutica trabalha para encontrar Zé do Vale e o amigo. Rezemos para que uma tragédia não tenha acontecido. Leiam matéria completa ali na página 5.


Segunda do barulho 

 Minha vozinha Maria Benigna Brito dizia que segunda-feira é um dia tão complicado, que teria que ser terça. Pois é, esta segunda-feira que se avizinha (dia 15) vai ser uma daquelas segundas-feiras que a gente só sabe como começa, e não sabe como ela termina. Tudo por conta da movimentação política e legislativa que vai acontecer na Câmara Municipal de Santa Inês. E tudo começa bem cedo; às 9:00h. É bom alertar as autoridades de segurança para que mantenham-se de prontidão. Os nervos vão estar à flor da pele. Não é preciso se aquartelar dentro da Câmara, mas estar por perto não fará mal algum. O povo tem o direito líquido e certo de se manifestar. Deve se manifestar. Pode se manifestar. Está que não aguenta mais e coisa e tal. Porém não custa nada evitar o pior. 

Aperitivo ontem

Ontem, sexta-feira (12), já deu para se perceber o tamanho da movimentação que vai acontecer no entorno e dentro da Câmara Municipal na manhã de segunda-feira. Muitos populares e professores já se aglomeravam na porta do Legislativo para cobrar  dos vereadores ações mais enérgicas no afastamento do prefeito Ribamar. Agora, imaginem a quantidade de gente que vai para o “epicentro” do barulho na segunda-feira? 


Vereadores no olho do furacão

Outra coisa; os vereadores serão o centro das atenções na reabertura dos trabalhos legislativos segunda-feira. Eles estarão, por bem dizer, no olho do furacão. A forma como irão votar é que vai dar o tom da sessão. E como dizem na TV, muita calma nessa hora. Os vereadores que respeitarem quem estiver na galeria, por certo serão respeitados. Os que se comportarem diferente, por certo serão criticados. Vale a pena refletirem bem antes de votarem, se é que vão votar o pedido de afastamento do prefeito. Mas daqui até lá, muita coisa ainda pode acontecer. Inclusive, nada. 


Mendes no comando 

O vereador presidente, Orlando Mendes, jamais imaginou que passaria para a história por presidir um episódio deste. Aliás, até então, coisa de uns dois anos para trás, ninguém mesmo imaginou que esse espetáculo “democrático” viria a acontecer em Santa Inês. Mas, infelizmente, não se trata de sonho, e sim de um pesadelo. Segunda-feira, será escrito um capítulo azedo da história da política de Santa Inês. Coisa inédita. Que o bom censo prevaleça entre todos!   

Postado por: Redação Agora

Categoria do Post: Coluna-do-Silveira

Data: 12/02/2016

Visitas: 1653

Palavras-chave: Coluna do Silveira 1085

Fonte: Redação Agora

Big Systems
6975506 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 12 do mês 08 de 2020