• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - COLUNA ESTADO DE ALERTA 1571

COLUNA ESTADO DE ALERTA 1571

OS OLHOS DA CARA

Em alta desde o ano novo, o valor da gasolina em 2021 registrou um aumento de 19,5% na média nacional quando comparado com menor preço de 2020, no mês de maio. De acordo com o Índice de Preços Ticket Log (IPTL), a gasolina nos primeiros dias dona ano é comercializada ao preço médio de R$ 4,786 nos postos brasileiros. O valor é 1,92% mais caro que a média por litro no fechamento de dezembro e está acima do registrado em todo o ano passado.

 

MAS FOI COVID

A pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19), que atingiu em cheio o Brasil e já causou a morte de mais de 212 mil pessoas, aumentou em 75% o número de óbitos por doenças respiratórias no Estado do Maranhão, que passaram de 5.417 para 9.482, na comparação entre 2019 e 2020. Entre as doenças deste tipo, a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) explodiu, registrando crescimento de 12.271%, seguida pelas Causas Indeterminadas, que registraram aumento de 48,9%. Então tá!

 

SERÁ QUE VÃO RESPEITAR?

Em atendimento à recomendação do Ministério Público do Estado do Maranhão, as prefeituras do Estado do Maranhão devem se abster de promover quaisquer tipos de festividades ou eventos durante do Carnaval. A recomendação encaminhada pelo Procurador Geral de Justiça, Eduardo Nicolau, nesta segunda-feira, 18, está amparada em decretos federal e estadual de emergência de saúde em face da pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

 

FAMEM TAMBÉM

“Neste momento em que assistimos com espanto e temor o crescimento do índice de pessoas acometidas pela Covid-19 em todas as regiões do Brasil, o Maranhão deve se precaver com maior rigor nas medidas protetivas contra a Covid-19”, ressaltou o presidente da Famem, Erlanio Xavier.

 

SEJAM NEGADAS LICENÇAS

No documento, o procurador estabelece prazo imediato para tomada de providências por parte dos gestores municipais e órgãos do aparelho de Segurança Pública, incluindo também as promotorias de justiça. A recomendação é de que sejam negadas licenças e autorizações para eventos em âmbito privado que possam gerar aglomerações.

 

MEDIDAS ADMINISTRATIVAS E JUDICIAIS

Para assegurar que haja cumprimento das restrições que os gestores municipais devem adotar, o Ministério Público orienta que sejam adotadas medidas administrativas e judiciais necessárias para impedir a realização de eventos carnavalescos com aglomerações. As fiscalizações ficarão a cargo da Vigilância Sanitária das secretarias de Saúde dos municípios que em caso de descumprimento devem encaminhar informações às promotorias e Procuradoria Geral de Justiça. A partir das informações repassadas serão tomadas medidas no âmbito criminal pela Polícia Militar e pela Polícia Civil atuante nos respectivos municípios.

 

AGORA PERGUNTA-SE?

E tem como realizar eventos carnavalescos sem aglomerações? Claro que não. Sem aglomerações nem chá de senhoras setentonas. Óbvio que em qualquer evento carnavalesco haverá aglomeração. Desculpa aí a observação.

 

DINHEIRO NÃO FALTA

O secretário de Saúde do Maranhão, Carlos Lula, disse, em entrevista recente, que o estado tem uma reserva de R$ 50 milhões para a compra de doses de vacinas contra o novo coronavírus (Covid-19) no exterior. No entanto, ressaltou que a importação depende do relacionamento do Brasil com países fabricantes da vacina, como a Índia.

 

E MAIS DISSE ELE

"A gente reservou 50 milhões de reais para essa finalidade, mas o ponto não é ter dinheiro e sim disponibilidades, porque agora o mundo inteiro está atrás da vacina. O Brasil acabou sendo excluído, por países como Índia e China. De algum modo eles não respondem a solicitação do país' ressaltou o secretário.

 

EUFORIA POUCA, É BOBAGEM

Pois é, foi um carnaval essa feliz distribuição de doses de vacinas para os 5.500 municípios brasileiros. Deu inclusive pra fazer muita política com essa distribuição. O que não deu e nem dá, é para livrar a população da Covid19. Imunizou parcialmente alguns milhões de brasileiros da linha de frente do combate ao coronavirus, mas foi como um pingo d”agua no oceano; pouco mais de 5% da população. E ainda falta a segunda dose.

 

CHUMBO QUENTE

O problema agora é que o desgoverno de Bolsonaro tanto fez, tanto aprontou que agora não se tem certeza quando é que outros milhões de doses da vacina vão alcançar mais alguém.///E o presidente mais seu ministro das Relações (brigas, mesmo) Exteriores, não estão dando bolas pra bulhufas dos acontecimentos.///E até admitem mesmo que não há previsão pra chegada de insumos pra produção da vacina e que as duas milhões de doses da Índia virou pesadelo./// E agora com o ídolo do JMB fora da presidência dos EUA, vamos ver se ele e seus filhinhos amestrados vão “inticar” com Biden.//// Quem duvida perde a ....deixa pra lá!!

 

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Politica

Data: 22/01/2021

Visitas: 191

Palavras-chave: COLUNA ESTADO DE ALERTA 1571

Fonte:

Big Systems
8674776 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 08 do mês 03 de 2021