• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - NÚMEROS ATUALIZADOS DA COVID EM SANTA INÊS

NÚMEROS ATUALIZADOS DA COVID EM SANTA INÊS

No Boletim Epidemiológico do dia 31/01/21, foram divulgados 5.792 casos confirmados, 90 óbitos, 14.206 casos notificados e 548 munícipes vacinados em Santa Inês/MA.

 

 

Novamente ocorreu um fato intrigante, que contraria a lógica e a razão, merecendo um estudo acadêmico nos números da Covid divulgados em Santa Inês. A partir de 27/04/2020 os boletins epidemiológicos em Santa Inês tiveram divulgação diária e ininterrupta. Durante os 249 dias de divulgação dos boletins na gestão da Prefeita Vianey, em apenas três dias (19/08, 24/08 e 22/10/2020 - todos dias úteis), não ocorreram nenhum caso confirmado de Covid. Curiosamente, em apenas 31 dias da gestão do Prefeito Felipe, supera a marca da gestão anterior, agora são quatro dias (01/01, 03/01, 10/01 e 31/01 – todos dias não úteis) em que ocorreram a divulgação de nenhum caso confirmado de Covid.

Com a divulgação de nenhum caso confirmado e 02 casos notificados no último boletim, a variação dos números acumulados dos últimos sete dias, apresentam uma pequena redução dos casos confirmados e notificados, porém, apesar da queda dos casos, a curva ainda é de estabilidade, com tendência de redução lenta e gradual dos casos. Os números divulgados nos últimos dias prenunciam, que a tão esperada curva descendente possa estar tendo início, principalmente pela sequência da redução dos casos notificados dos últimos dias, indicando a possibilidade de menos casos confirmados nos próximos dias.

              O ranking dos casos confirmados por faixa etária, levando-se em conta os percentuais de crescimento nos últimos sete dias em Santa Inês, é o seguinte: Em primeiro lugar estão as crianças na faixa etária entre 0 a 09 anos, com 05 casos e crescimento de 3,0120%; o segundo lugar é ocupado pelas crianças e adolescentes na faixa etária entre 10 a 19 anos, com 09 casos e crescimento de 1,4901%; em terceiro lugar no pódio estão os idosos na faixa etária entre 50 a 59 anos, com 11 casos e crescimento de 1,4785%. Parece que agora são muitos os teimosos e descrentes, que ávidos pelas aglomerações, desrespeitam os protocolos sanitários, se colocando em risco e egoisticamente não preservam a saúde e vida daqueles que deveriam proteger e amar.

              Com os números acumulados dos últimos sete dias, achamos a média de 8,86 casos confirmados/dia e de 32,57 casos notificados/dia. Verificamos uma pequena redução nas médias dos casos notificados e confirmados, em relação aos números do dia anterior. Aparentemente estamos em um cenário de estabilidade em ambas as médias, com tendência de queda das médias.

              Espero que a queda dos casos volte a acontecer nos próximos dias para que os serviços de saúde fiquem mais tranquilos.

              Nos últimos sete dias tivemos 228 casos notificados e 62 casos confirmados, fato que não ocorria desde o período entre 12 a 18/08/2020 (com 236 casos notificados) e 03 a 09/09/2020 (com 64 casos confirmados), respectivamente, excetuando os números acumulados verificados a partir de 13/11/2020, data que reiniciaram os aumentos dos casos.

              Quanto aos números acumulados dos casos notificados, ainda devemos ficar atentos para os próximos dias com a possível confirmação de novos casos, visto que, temos a média de 34,07 casos notificados/dia nos últimos quatorze dias e como já observamos, estes têm relação direta com os números de casos confirmados das próximas semanas, hoje temos a média de 10,50 casos confirmados/dia nos últimos quatorze dias e verificamos a relação de 30,82% de positivação em relação as notificações, ao olharmos para os números absolutos este índice é de 40,77%.

              A queda só poderá ser confirmada, se a curva dos casos notificados e confirmados voltar a ser descendente e contínua, para que isso aconteça é necessário a conscientização de que cada um de nós deve fazer sua parte.

              Cuidem-se, atendam os protocolos e recomendações das autoridades de saúde.

NOTAS EXPLICATIVAS DAS VARIAÇÕES SEMANAIS DOS CASOS DE COVID-19 EM SANTA INÊS/MA

               No gráfico abaixo, observamos as variações semanais dos casos notificados (em azul) e confirmados (em verde).

Tivemos 228 casos notificados nos últimos sete dias, fato não verificado desde o período de 12 a 18/08/2020, com 236 casos. Verificamos uma redução de 21 casos notificados em relação à semana anterior.

               Os 228 casos notificados desta semana representam 14,59%, em relação ao pico dos casos notificados, que foi de 1.563 casos notificados no período de 22 a 28/05/2020.

               Tivemos 62 casos confirmados nos últimos sete dias, fato que não acontecia desde o período de 03 a 09/09/2020, com 64 casos confirmados, verificamos um significativo decréscimo de 23 casos confirmados em relação à semana anterior.

               Os 62 casos confirmados desta semana representam 7,32%, em relação ao pico dos casos confirmados, que foi de 847 casos confirmados no período de 23 a 29/05/2020.

               Após uma curva descendente acentuada após 29/11/2020, seguiu-se de um período de estabilidade até 03/01/2021, onde ocorreu uma alta significativa seguida da alternância entre altas e baixas dos números, os números diários e semanais levam-nos a concluir que neste momento estamos em situação de estabilidade nos casos confirmados, com tendência de queda.

               Poderá haver pequenas oscilações dos números nas próximas duas semanas, com a possibilidade de ocorrer uma queda significativa dos casos confirmados pelo fato de ter havido uma redução dos casos notificados na última semana, visto que há uma relação direta entre os casos notificados e o aumento dos casos confirmados, o percentual aumentou e está variando entre as casas de 30% e 31%.

NOTAS EXPLICATIVAS DA EVOLUÇÃO SEMANAIS DAS INTERNAÇÕES E ÓBITOS EM SANTA INÊS/MA

Nos gráficos abaixo, observamos as variações semanais das internações (em vermelho) e dos óbitos (em preto).

Na última semana, tivemos o aumento de três internações nos últimos sete dias em relação à semana anterior.

Quanto ao número de óbitos, infelizmente foi divulgado mais um óbito na última semana, são agora 90 vítimas fatais da Sars-Cov-2 em Santa Inês.

Apesar do óbito ocorrido a taxa de letalidade permanece em 1,6% esta semana, ela reflete o número de óbitos em relação ao número de casos notificados, demonstrando a eficiência do aparato de saúde de Santa Inês, comparado as taxas do Maranhão (2,3%), do Brasil (2,4%) e do Planeta (2,2%).

A notícia negativa é que a nossa Taxa de Mortalidade é muito alta, ela reflete o número dos óbitos em relação ao número de habitantes de Santa Inês em 2019 (segundo estimativa do IBGE). Na última semana, como houve um óbito divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, ela subiu para 101,1, enquanto as taxas do Maranhão (66,4) e do Planeta (28,9) são inferiores e a do Brasil (106,8) ultrapassou a de Santa Inês, as três também tiveram acréscimo.

 

NOTAS EXPLICATIVAS DOS CASOS NOTIFICADOS

               No gráfico abaixo, observamos os números dos casos notificados em Santa Inês, sendo, as variações semanais/mensais (em azul) e dos números absolutos (em verde).

 O gráfico informa a variação dos números mensais, das últimas duas semanas anteriores e inclusive os números parciais entre 01 a 17/01/2021, desde o primeiro caso notificado em 06/04/2020.

               Somadas as últimas duas semanas temos 477 casos notificados, com média de 34,1 casos/dia.

               Com os números diários apresentados pela Prefeitura e por mim compilados (semanalmente e mensalmente), podemos deduzir que após iniciarmos a tão esperada curva descendente acentuada após 29/11/2020, seguiu-se de um período de estabilidade até 03/01/2021, onde ocorreu uma alta significativa, seguida da alternância entre altas e baixas dos números, enfim, parece que entramos em um período de estabilidade dos casos. Neste momento, afastados da influência dos descuidos nas festas do final de ano e com a redução dos casos notificados verificada na última semana, podemos esperar que os casos confirmados nas próximas duas semanas tenham uma redução.    

               Ainda estamos distantes da posição em que nos encontrávamos nos dias que antecederam 13/11/2020, data que ocorreram os aumentos sistemáticos de casos notificados, ainda é preciso estarmos atentos aos cuidados amplamente divulgados pelos veículos de comunicação, para que os casos não voltem a subir em Santa Inês.

 

NOTAS EXPLICATIVAS DOS CASOS CONFIRMADOS

               No gráfico abaixo, observamos os números dos casos confirmados em Santa Inês, sendo, as variações semanais/mensais (em azul) e dos números absolutos (em verde).

       

O gráfico informa a variação dos números mensais, das últimas duas semanas anteriores e inclusive os números parciais entre 01 a 17/01/2021, desde o primeiro caso notificado em 06/04/2020.

               Somadas as últimas duas semanas temos 147 casos confirmados, com média de 10,5 casos/dia.

               Com os números diários apresentados pela Prefeitura e por mim compilados (semanalmente e mensalmente), podemos deduzir que após iniciarmos a tão esperada curva descendente acentuada após 29/11/2020 seguiu-se de um período de estabilidade até 03/01/2021, onde ocorreu uma alta significativa, seguida da alternância entre altas e baixas dos números, enfim, parece que entramos em um período de estabilidade dos casos, com tendência de pequenas e contínuas reduções de casos confirmados nas duas próximas semanas, tendo em vista, que temos uma média de 34,1 casos notificados/dia nas últimas duas semanas e tenho percebido que há uma positivação em torno de 30% dos casos notificados.

               Ainda estamos distantes da posição em que nos encontrávamos nos dias que antecederam 13/11/2020, data que ocorreram os aumentos sistemáticos de casos notificados, ainda é preciso estarmos atentos aos cuidados amplamente divulgados pelos veículos de comunicação, para que os casos não voltem a subir em Santa Inês.

NOTAS EXPLICATIVAS DA EVOLUÇÃO DOS ÓBITOS

               No gráfico abaixo, observamos os números dos óbitos em Santa Inês, sendo, as variações semanais/mensais (em azul) e dos números absolutos (em verde).

 

 O gráfico informa a variação dos números mensais, das últimas duas semanas anteriores e inclusive os números parciais entre 01 a 17/01/2021, desde o primeiro caso notificado em 06/04/2020.

               Infelizmente ocorreu um óbito nas últimas duas semanas, tendo sido divulgado em 28/01/2021. Em todo o período da pandemia tivemos 90 óbitos, média de 2,09 óbitos/semana.

 

Por: Claudio Ferreira / para o Jornal Agora Santa Inês

 

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: A-Cidade

Data: 01/02/2021

Visitas: 323

Palavras-chave: NÚMEROS ATUALIZADOS DA COVID EM SANTA INÊS

Fonte: Claudio Ferreira / para o Jornal Agora Santa Inês

Big Systems
8869758 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 11 do mês 04 de 2021