• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - COLUNA ESTADO DE ALERTA 1579

COLUNA ESTADO DE ALERTA 1579

Prefeito e vice não comparecem na Sessão Solene de abertura dos trabalhos legislativos

 

Salvo engano, essa foi uma das pouquíssimas (se é que já houve) vezes em que o prefeito ou o vice, no caso da ausência do primeiro, não comparece à Sessão Solene de abertura dos trabalhos legislativos de uma nova Legislatura da Câmara Municipal de Santa Inês. Por uma triste coincidência, informaram nos bastidores que ambos estão (ou estavam) doentes; Luís Felipe Oliveira de Carvalho teria se sentido mal na noite de quinta-feira, véspera da sessão, e Sirino Rodrigues, bem antes já estaria inclusive em Teresina-PI, em consultas, etc.

O fato mostrou-se estranho para muitos populares e até mesmo para autoridades e lideranças políticas locais e da região, uma vez que é no mínimo constitucional que os executivos de entes federativos – prefeitos, governadores, presidentes da República, compareçam nas casas legislativas em sessões de aberturas dos parlamentos, não só de uma nova Legislatura, bem como todos os anos em que essas instituições retornam com sua normalidade. O caso de Santa Inês teria sido uma exceção, todavia deve ter havido uma justificativa muito convincente, uma  vez que somente dois dos 17 vereadores reclamaram da ausência do prefeito ou do vice, na ausência desse, ou até mesmo dos dois. Nada contra a sessão de ontem não ter sido uma sessão ordinária. Não seria mesmo. Não é muito comum que isso aconteça. Sessão Solene de abertura dos trabalhos legislativos, é Sessão Solene e ponto! Mas as ausências de Luís Felipe e Sirino Rodrigues por certo, não foi bem digerida  por muita gente em Santa Inês. Luís Felipe vem de semanas emblemáticas, onde se questionou e questiona muitos de seus atos....se está doente, roguemos a Deus que se recupere logo, pois Santa Inês tem pressa!   

==========================================

 

ATENÇÃO EXCELÊNCIAS!!!

A ética jornalística diz que, quando se trata de documento assinado e com autor definido – considerado “Fonte Zero” pelas    principais escolas de jornalismo – não se faz necessário ouvir o outro lado, facultando-se a este “outro lado”, o direito de, se quiser, explicar-se em texto próprio, uma vez que o documento se explica por si só. Ponto!!!

 

POPULARIDADE EMBICANDO

Se houvesse uma pesquisa de opinião publica no atual momento sobre a popularidade do prefeito de Santa Inês, Luís Felipe Oliveira de Carvalho, feita por um instituto sério e confiável, a popularidade do prefeito estaria “embicando” tipo avião quando vai pousar.  

 

“NÃO FUI EU!!!”

Depois daquela do aumento de salário – que segundo se diz nos bastidores provocou a queda do cargo de alguém (ns) – onde o prefeito e sua jovem equipe demonstraram pouco conhecimento sobre leis municipais, estaduais e federais, e depois ele  ainda  gravou um vídeo “jurando” que “não vai haver aumento de salário...não vai!”, tipo assim, como que perguntando, quem que disse isso de aumento de salário pra 27 mil????   Se foi dele, do prefeito, do executivo que partiu o decreto e seus acessórios (não confundir com assessores), como ele depois que a bomba explodiu fez de conta que não sabia de nada? 

 

ARIOSVALDO PRANCHA

Se o velho e bom Ariosvaldo Prancha, morador emérito de Pindaré Mirim, não estivesse  já quase senil, diria com certeza ao analisar a performance do jovem prefeito: “mas também, com 26 anos o juízo da gente ainda está em formação...os neurônios estão pulando de um lado pro outro feito piau no Rio Pindaré”. E a gente diria: É velho e companheiro Ari de guerra, que lutou em  Monte Castelo na Itália, mas o novo pode se cercar de pessoas  experientes e comandar até uma nave. Basta pisar no chão, descer das nuvens, se é que nos entende!!!

 

E TOME MAIS

Bem antes desse episódio dos “27 mil de salário”, outros já haviam sido escritos pelo jovem prefeito. Alguns até teriam sido debitados a ele sem a devida comprovação, mas como quem cala  consente, aí além do verdadeiramente de sua autoria, outros caíram-lhe nos ombros. Agora em fevereiro catalogamos além do super-salário pretendido, o atraso no pagamento dos servidores públicos, os “ataques” dos professores concursados que não foram chamados para assumirem suas funções – e em cada postagem de um simples capinar de um canteiro em uma rede social da prefeitura,  é recepcionada com 38 comentários negativos entre 45 feitos -  tem a história da semana que são os preços de uma contratação de equipamentos “em regime de urgência” sem licitação, pra a limpeza pública. Segundo o vereador Sargento Oliveira e o comunicólogo Luís Carlos Lobo, o que era até dezembro 7.5 por mês, passou para 15  “pilas” mês. Bom isso é que está na berlinda, mas por cima dessa ponte pode estar correndo muita água. Aliás...água é que não falta por cima e por baixo das ruas de Santa Inês.  

 

PRA NÃO DIZER QUE NÃO FALAMOS

Vamos encerrando a conversa por aqui, rogando ao Altíssimo que Sua Excelência  acerte o “prumo” da administração, pois o povo que o colocou lá no Palácio Biné Sabbak, começou a “chiar” cedo demais. Vai ver é ou foi por conta das tantas promessas, que foram feitas (e ainda são) ou pela falta de “tino” ainda com o assunto. Queremos crer, que Sua Excelência acerte mesmo o passo, mostre a que veio, deixe de culpar os outros por isso ou mais aquilo, e não assuma como sendo seus, benefícios que já foram deixados por outros e até mesmo pela sociedade civil. Quanto as críticas, nem o Papa escapa delas. É normal, para quem é personalidade pública. Corrigir a rota nunca foi vergonhoso. Isso é mister de pessoas inteligentes.  

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Politica

Data: 20/02/2021

Visitas: 132

Palavras-chave: COLUNA ESTADO DE ALERTA 1579

Fonte:

Big Systems
8674875 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 08 do mês 03 de 2021