• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - Com pedido de vistas, Ribamar Alves escapa  novamente de ter o mandato “cassado”

Com pedido de vistas, Ribamar Alves escapa novamente de ter o mandato “cassado”

Próxima sessão está marcada para acontecer na próxima terça-feira, 08

 

Em uma sessão bastante conturbada, o presidente da Câmara Municipal de Santa Inês, Orlando Mendes, acatou o pedido de vistas  do vereador Uchoa e adiou o projeto que pede o afastamento de Ribamar Alves da prefeitura por 90 dias ou até o fim do processo.Na sessão que começou  às 9h, seria debatida  a abertura do pedido de afastamento de Ribamar Alves, mas foi interrompida  após muita pressão contra o presidente da casa, Orlando Mendes (PDT), que preferiu acatar o pedido de vistas e marcou uma nova  a sessão para a próxima terça-feira, 08.Antes de iniciar votação, o vereador Orlando Mendes concedeu a palavra aos vereadores para que explanassem suas opiniões quanto ao pedido de afastamento do prefeito, feito pelo prefeito em exercício Dino Lima. O vereador Batista de Biné usou a tribuna para pedir à mesa presidida por Orlando Mendes e aos 1° e 2° secretários, Ademazinho e Professora Vera, arquivamento do processo. Ademazinho foi a favor do arquivamento, já Vera se posicionou a favor do afastamento por 90 dias do prefeito já afastado pela Justiça, Ribamar Alves. A vereadora Creusa da Caixa, fez uso da palavra e disse que os vereadores tinham a responsabilidade de definir e decidir o destino da município, o que seria melhor para ele. Ela explicou que o documento não era um pedido de cassação de Ribamar, e sim, um afastamento dele  por  90 dias para que fossem  apurados os diversos fatos denunciados já no judiciário.O presidente da casa, Orlando Mendes que estava cercado pelos vereadores Ademazinho, Batista de Biné e Uchoa, ao tomar conhecimento de que não havia  um senso comum entre eles, liberou  o vereador Uchoa para fazer um pedido do vistas  de todo o encaminhamento do processo de afastamento do prefeito conforme estava em debate.   A manobra gerou na galeria e entre os vereadores, comemorações de uns e protestos de outros. A oposição e seus simpatizantes  acusaram a mesa diretora da Câmara de manobrar para tentar manter Ribamar Alves no poder. Orlando Mendes encerrou a sessão e deixou o plenário seguido de seus pares situacionistas, o que gerou muito falatório na galeria já que, o processo teria sido recebido há cerca de duas semanas, tempo suficiente para que todos os vereadores tomassem conhecimento do teor do mesmo.

Postado por: Redação Agora

Categoria do Post: Politica

Data: 05/03/2016

Visitas: 1146

Palavras-chave: Com pedido de vistas, Ribamar Alves escapa novamente de ter o mandato “cassado”

Fonte: Redação Agora

Big Systems
6126029 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 30 do mês 03 de 2020