• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - Coluna Do Silveira 1092

Coluna Do Silveira 1092

“A vida deve ser usada para as coisas boas. Renunciar as coisas do mal, só nos faz bem. Aprendamos diariamente a renunciar às coisas que tem o poder de nos prejudicar. Jesus é o caminho para isso”. Do Colunista.  

Olá bom dia caros leitores! Hoje é quarta-feira, dia 9 de março e cá estamos nós de volta com mais uma edição impressa do AGORA, cujo conteúdo vai direto para o site www.agorasantaines.com.br , que registra milhares de visitas todos os dias. O incrível, é que tem matéria que é vista até por mil leitores, isso uma única matéria, conforme os registros que temos. Quer dizer; tudo que leva a marca AGORA tem credibilidade e é lido pela população. É por isso que seguimos nosso caminho cada vez mais de com força, de cabeça erguida e nariz empinado. Esta é a edição 1092. A próxima deve circular, ao invés de sábado, no domingo dia 13, em homenagem ao dia da emancipação política de Santa Inês, 14 de março. Na edição de hoje, homenageamos em duas páginas, as mulheres de Santa Inês, em razão do Dia Internacional da Mulher, comemorado ontem. Nas páginas 7 e 15, as mulheres são destaques. É o mínimo que podemos fazer por elas. Eu em especial, homenageio a minha mulher, Aldrey Barbosa que me “atura” há mais de 22 anos. Mas também homenageio as minhas lindas filhas – e são tantas – pelo dia Internacional da Mulher. Elas são maravilhosas, brilhantes, inteligentes e opiniosas. Amo a todas elas como se fosse uma única em todas. Parabéns filhas! Que Deus continue abençoando a vocês, maridos, filhos, namorados, etc. Neste caso (namorado) menos a minha caçula Yasmim de Maria que tem  apenas 12 aninhos e no dia 14 (segunda-feira) completará 13 anos. Bom, deixemos a “babação” de lado e vamos em frente com esta coluna, não sem antes desejar que todos tenham um maravilhoso dia e que Deus nos abençoe a todos. Amém! 

 


Pêsames aos Gralhada 

Uma morte inesperada. Um aneurisma cerebral tirou a vida da irmã da prefeita Malrinete Gralhada de Bom Jardim, Cleuma Matos aos 47 anos. Ela já foi secretária de Educação daquele município e era assim como Malrinete, filha do ex-prefeito Manoel Gralhada. Nós que convivemos com os Gralhada desde a década passada, sentimos muito a morte de Cleuma, e nos solidarizamos com todos desta família. A preocupação maior agora fica por conta do estado de saúde de Manoel Gralhada, que recentemente passou por cirurgias em São Paulo e ainda está debilitado. Mas, temos certeza de que Deus confortará a todos e manterá de pé a prefeita Malrinete e seus familiares.        


Airt tem mulher no comando 

Pela primeira vez na história da comunicação em Imperatriz, a Associação de Imprensa da Região Tocantina (Airt), será comandada por uma mulher, a blogueira e assessora de imprensa da Câmara de Vereadores, Kelly Queiroz. A disputa foi acirrada e a eleição só aconteceu depois da intervenção da Justiça e de muita confusão. Lá em Imperatriz e na região, a Airt é uma poderosa instituição, respeitada inclusive a nível nacional. Eu já a presidi por dois anos e meio, de 1996 a 1998, chegando a ocupar o cargo de vice-presidente da Faibra – Federação das Associações de Imprensa do Brasil, quando a dona do Sistema Jaime Câmara de Comunicação – centralizado no Goiás, Tocantins e Brasília, viúva do Comendador Jaime Câmara, Célia Câmara presidia aquela instituição. Desde a sua fundação na década de 80, a Airt é polêmica quando se trata de eleição. A minha, aconteceu depois de um período de seis meses onde eu a presidi interinamente. Talvez tenha sido uma das poucas eleições tranquilas. Mesmo de longe, desejo a Kelly Queirós uma boa gestão à frente da Airt.

Por falar nisso

Aqui em Santa Inês foi fundada (já escrevi isso trocentas vezes) no ano de 2004, a AIMAC – Associação de Imprensa do Maranhão Central. 21 membros da imprensa;  rádio, TV e jornal, aparecem na ata de fundação. Infelizmente a AIMAC estacionou numa letargia, e faz quase 12 anos que ela não se move. Segue inerte, e só em algumas situações, convocado por colegas, e como vice-presidente eleito na época, é que a represento. Um dia quem sabe, ela sirva mesmo para defender os profissionais da mídia e a cidade de Santa Inês e região. 


ALSI, idem

Outra instituição que fundada mais recente, em maio de 2013, segue também inerte, no fundo de alguma gaveta do presidente que está no cargo desde aquele ano. Trata-se da Academia de Letras de Santa Inês. Brigas internas, desavenças e queixumes para todos os lados, inviabilizam que a ALSI siga em frente. Coisas de Santa Inês. Cultura de “umbigo”, que não deixa esta cidade se desenvolver. Nada aqui está tão ruim que não possa piorar um pouquinho mais. Fora o comércio que é o ciclo do momento, engatamos uma ré, faz tempo, no tempo. A nossa cultura ou literatura é consumida em blocos minúsculos, redutos políticos partidários, e nada de alcançar o todo da população. Nesse particular encolhemos muito, apesar de nos enganarmos ao querer acreditar que crescemos. Se temos uma produção literária grande, maior ainda é o egoísmo que nos separa. É como lei de murici, que cada um trate de si. 


A humildade de Dino

Sacado da prefeitura com uma liminar concedida em pouco mais de 11 minutos pela justiça local, o prefeito em exercício Dino Lima sumiu do mapa. Não apareceu nem mesmo para dar uma entrevista. Dino foi surpreendido. Não esperava que fosse sair  da prefeitura tão rapidamente. Não teve tempo de fazer nada. Não havia dinheiro para nada. Todas as contas da prefeitura estariam bloqueadas por falta das senhas, dizia ele. Um ser manso e humilde, deve estar arrependido de ter se metido em assunto tão sem escrúpulos como é a política. Melhor mesmo ficar fora disso Dino. A família e o sossego são bem mais importantes. A saúde, idem. Outra coisa: ninguém tem moral na política local para lhe atirar pedras. Àqueles que quiserem falar mal de você, é preciso primeiro que limpem o cisco dos olhos. Se existe político de verdade nesta cidade, ele (ou eles) lhe deve (m) respeito, ao menos como cidadão que tu és, vez que entre políticos respeito é coisa que não existe. E tenho dito! (a frase é minha, viu cunhado Saulo Gomes!)   

Postado por: Redação Agora

Categoria do Post: Coluna-do-Silveira

Data: 09/03/2016

Visitas: 1096

Palavras-chave: Coluna Do Silveira 1092

Fonte: Redação agora

Big Systems
6997182 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 14 do mês 08 de 2020