Agora Santa Inês - COMITÊ PARA O ENFRETAMENTO DA COVID19 EM SANTA INÊS PRECISA AGIR COM MAIS RAPIDEZ: A COVID NÃO DÁ TRÉGUAS

COMITÊ PARA O ENFRETAMENTO DA COVID19 EM SANTA INÊS PRECISA AGIR COM MAIS RAPIDEZ: A COVID NÃO DÁ TRÉGUAS

Na tarde de hoje, quarta-feira (14), deve haver reunião do Comitê para o Enfretamento da Covid19 criado no município de Santa Inês, através de uma iniciativa da Câmara Municipal, isso depois de dezenas de vezes o Jornal AGORA ter sugerido à sociedade civil desde o ano passado, que fizesse isso. Coube ao presidente da edilidade local e mais três colegas da mesa diretora encabeçar a ideia. A reunião de hoje à tarde está marcada para as 16 horas no plenário da Câmara é seria de bom alvitre que todos os órgãos que se alinharam ao projeto na primeira reunião, comparecessem para dar andamento com mais celeridade ao Comitê, tendo em vista que os números da Covid19 em Santa Inês são alarmantes e crescem a cada dia. Só para se ter uma ideia, só nos primeiros 12 dias de abril foram registrados 18 óbitos de habitantes de Santa Inês, e nos últimos 7 dias houve um registro de 240 casos CONFIRMADOS, o que dá uma média de 34,5% por dia. Isso não é brinquedo não! No total já chegamos a 7.217 casos de contaminados – mais do que o número de vacina da D1 aplicadas até agora – e 143 óbitos, sendo 54 só este ano, ou mais de 60% de todos os casos de óbitos do ano passado, que foram no total, 89.

VACINAÇÃO TRAVADA

Hoje, faltando 5 dias para 90 dias desde a primeira vacina, amanhecemos com um estoque de 3.732 doses da D1 e D2, e tão somente 2.277 pessoas totalmente imunizadas, já com a D1 e a D2, sendo que quase 5 mil esperam pela segunda dose (já tomaram a D1) e 83 mil pessoas esperando pela 1ª dose, se levarmos em conta que a população de Santa Inês é de 90 mil habitantes, que é o que diz o IBG, cujo número é o que é considerado para qualquer investimento no município.

SOBRA D2

O que se sabe, é que muitos que tem direito a tomar a 2ª dose não tem comparecido para tanto. Ora, então que a Secretaria de Saúde vá em busca dessas pessoas, façam aplicação de vacinas nos finais de semana, tem muita gente que precisa de alguém pra ir até um posto de vacinação, principalmente a partir de 70 anos de idade. E essas D2 estão aí praticamente na sua totalidade para pessoas acima dessa idade. Enquanto em outros municípios como Santa Luzia, Bom Jardim e outros já se vacina pessoas de 60 anos para cima, por aqui ainda estamos vacinando hoje quem tem 65 anos. Onde está o X da questão? Por outro lado, peca-se na divulgação para chamar essas pessoas, o que poderia ser até mesmo um carro de som. Nas demais informações, idem. Falta fiscalização no comportamento e cumprimento das normas sanitárias, sobram regras e notas técnicas que não são respeitadas. Questiona-se por agora na Câmara mesmo, o que não tem tanta importância no atual momento de pandemia. A única coisa que cresce em Santa Inês, são os números absurdos de contaminados, internados, casos ativos, e óbitos, tudo ligado a Covid19. O comitê em questão se foi criado, tem que acompanhar par e passo o andamento da vacinação, questionar os entraves, sugerir soluções, denunciar e procurar corrigir equívocos, e mostrar que todos somos uma só coletividade, porém com funções diferentes, para que ao final se alcance o verdadeiro objetivo do que está se procurando, neste caso, salvar vidas.

Investimentos como que vem sendo feito pela prefeitura para bancar tendas, barracas, cadeiras e outros equipamentos nas portas de bancos, não é obrigação da Prefeitura. Os bancos que não respeitarem os decretos e normas devem ser punidos, e o dinheiro do município gasto com isso deveria ser distribuído em ajuda em forma de auxílio mensal para famílias que vivem em alto nível de necessidade na cidade, para que elas se alimentassem, pagassem suas contas, e dessa forma injetasse dinheiro na economia local, como bem aqui perto em Igarapé do Meio, a prefeitura vem destinando auxílio de 600 reais para famílias necessitadas. Para o Comitê a gente deseja sucesso...mas principalmente que cumpra seu papel e que jamais se transforme em um “puxadinho” da Prefeitura Municipal, no que não acreditamos que isso venha a acontecer. (Da Editoria de Cidade do AGORA).      

 PUBLICIDADE

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Politica

Data: 30/11/-0001

Visitas: 222

Palavras-chave: COMITÊ PARA O ENFRETAMENTO DA COVID19 EM SANTA INÊS PRECISA AGIR COM MAIS RAPIDEZ: A COVID NÃO DÁ TRÉGUAS

Fonte:

Big Systems
10958463 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 26 do mês 05 de 2022