• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - O silêncio“ensurdecedor”  do  principal grupo político de oposição de Santa Inês, diante do atual desastre administrativo

O silêncio“ensurdecedor” do principal grupo político de oposição de Santa Inês, diante do atual desastre administrativo

Não dá para fazer de conta que vai tudo bem, quando vai tudo mal. Muito e principalmente quando a população sede para com um desastre administrativo sem fronteiras como o de Santa Inês. A cidade - já se escreveu aqui nas páginas do AGORA - passa pela maior crise administrativa, moral e por consequência de parte disso, financeira, de todos os tempos. Alguns poucos querem se enganar, ou enganar a população, com retóricas ou se escondendo em fake’s falsos, ou ainda com ameaças que só servem mesmo para denunciá-los do que são capazes para não perderem a “boquinha”. Vivemos aqui em Santa Inês um verdadeiro “desmonte” da ordem administrativa: “dá dó visitar a Secretaria de Obras do município”,disse ao AGORA um cidadão confiável que esteve por lá recentemente. As máquinas foram vendidas, há mesmo por lá, sucatas e nada que indique que dali sairá uma solução para alguma das centenas de problemas estruturais vividos pelo município. Em outras secretarias, dizer o mesmo, é como gastar tempo e espaço para retratar as mesmas mazelas, apesar de que não se pode esconder que o setor da saúde anda mais debilitado do que alguém que tenha saído de uma UTI, coisa que não tem por aqui. 

OMISSÃO DA OPOSIÇÃO 

E pelo jeito, parece que tudo está perdido mesmo em Santa Inês, principalmente se dependermos das lideranças do maior grupo político oposicionista do município. Elas estão caladas que nem canário na muda. Deixam a missão por conta de alguns poucos nomes, já desgastados em parte, e emudecem diante do quadro desesperador pelo qual passa a população. É como se nem morassem aqui. Essas lideranças não abrem a boca para um discurso que seja contra a situação que está aí. Usam como estratégia política a máxima do “quanto pior, melhor”, para abocanharem os votos dos incautos eleitores e retornarem ao poder no ano que vem. A omissão da oposição é um dos pecados mortais dos políticos de Santa Inês. Sempre foi. Não é de hoje que quem ocupa este lugar, cala-se covardemente diante do sofrimento do povo por longos e tenebrosos anos. Essas lideranças sabem que a população é mansa, ordeira e.......a cultura do conformismo faz escola por aqui desde sempre.       Entretanto, não deveria ser assim. A omissão de hoje, deixa feridas que dificilmente cicatrizarão mais adiante, não sem antes cobrar da população um preço caríssimo.  A falta de indústrias no município, de hospitais, públicos, de mais universidades públicas ou privadas em tempo integral, de logradouros públicos para o lazer da população, de Educação, Saúde e Saneamento dignos, pode ser debitado aos que passaram pelo comando administrativo de Santa Inês nesses quase 50 anos, mas a fatura deve ser divida com a omissão passiva da oposição que vive numa letargia vergonhosa! A partir de agosto, essa oposição, com certeza, dará as caras, vestida de salvadora da pátria. Podem apostar!Da Editoria de Política

Postado por: Redação Agora

Categoria do Post: Politica

Data: 31/03/2016

Visitas: 982

Palavras-chave: O silêncio“ensurdecedor” do principal grupo político de oposição de Santa Inês, diante do atual desastre administrativo

Fonte: Redação Agora

Big Systems
6152156 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 04 do mês 04 de 2020