Agora Santa Inês - SESSÃO DO TRIBUNAL DO JÚRI EM SANTA INÊS CONDENOU NA ÚLTIMA QUINTA-FEIRA RÉU A 56 ANOS DE PRISÃO

SESSÃO DO TRIBUNAL DO JÚRI EM SANTA INÊS CONDENOU NA ÚLTIMA QUINTA-FEIRA RÉU A 56 ANOS DE PRISÃO

Um homem foi julgado e condenado em sessão do tribunal do júri realizada na quinta-feira (26)  na 4ª Vara da Comarca de Santa Inês. Em julgamento presidido pelo juiz titular Raphael Leite Guedes, o réu Wanderson Jorge Gonçalves estava sendo acusado dos crimes de homicídio consumado e dois homicídios tentados, que tiveram como vítimas Erinaldo Saldanha Costa, Bruno Damasceno Costa e Carlos Eduardo Olímpia. O acusado teria cometido os crimes em companhia de  mais dois homens. Wanderson foi considerado culpado pelo conselho de sentença e recebeu a pena definitiva de 56 anos de prisão, a ser cumprida, inicialmente, em regime fechado.

DENÚNCIA

Narrou a denúncia que por volta das 7 e meia da noite do dia 11 de agosto de 2020, na esquina da Rua Nova Esperança com a Travessa Esperança, Bairro Aeroporto  em Santa Inês, Wanderson Jorge Gonçalves Lima, acompanhado de um homem identificado como Paulo Henrique e uma terceira pessoa não identificada, agindo com unidade de propósitos, previamente combinados, com emprego de arma de fogo mataram a vítima Erinaldo Saldanha das Chagas. O Ministério Público ainda denuncia o acusado e as outras duas pessoas que estavam lhe acompanhando por tentarem matar as vítimas Bruno Damasceno Costa e Carlos Eduardo Olímpia Rodrigues.

Sobre as duas tentativas de homicídio, os homens utilizaram, também, arma de fogo, e somente não conseguiram a consumação do delito por circunstâncias alheias às suas vontades. Sustenta a peça acusatória que as três vítimas estavam conversando no local e horário narrados acima, quando o acusado Wanderson, Paulo Henrique e o terceiro comparsa chegaram todos portando armas de fogo passaram a efetuar vários disparos contra os ofendidos, que resultou na morte de um, deixando os outros dois feridos. O terceiro homem que participou do ato criminoso não foi identificado e o outro comparsa, Paulo Henrique, foi morto em confronto com a polícia.

Posteriormente, o acusado Wanderson Jorge Gonçalves foi indiciado, preso e denunciado pelo envolvimento no crime. O julgamento ocorreu na Sala das Sessões Plenárias do tribunal do Júri, no Fórum de Santa Inês, no qual atuaram, além do juiz presidente da sessão, o promotor de Justiça Moisés Caldeira Brant, na acusação, e o advogado José Franklin Seba, na defesa de Wanderson Jorge.

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: A-Cidade

Data: 28/08/2021

Visitas: 327

Palavras-chave: SESSÃO DO TRIBUNAL DO JÚRI EM SANTA INÊS CONDENOU NA ÚLTIMA QUINTA-FEIRA RÉU A 56 ANOS DE PRISÃO

Fonte:

Big Systems
10136704 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 08 do mês 12 de 2021