• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - CÂMARA VOLTA ATRÁS E NÃO EMPOSSA PEDRO TAVARES QUE FALA EM “MANOBRA” DA MESA DIRETORA

CÂMARA VOLTA ATRÁS E NÃO EMPOSSA PEDRO TAVARES QUE FALA EM “MANOBRA” DA MESA DIRETORA

  O suplente de vereador da Câmara Municipal de Santa Inês, Pedro Tavares, não foi empossado ontem no cargo de vereador, para surpresa geral da cidade, conforme estava estabelecido pela presidência do Legislativo local, cujos convites para a posse e comunicado ao suplente Tavares, feito no dia 1º passado,deixavam isso muito claro. O que estava sexta-feira certo, amanheceu na segunda-feira com uma explicação enviada através de ofício,ao suplente que ia tomar posse, pedindo desculpas, mas alegando a impossibilidade jurídica de Tavares assumir o cargo de vereador, mesmo mediante o pedido de licença da vereadora Otacília Rios.  A alegação seria em razão de que o pedido de licença da vereadora não era de 120 dias como preconiza a Lei Orgânica do Município e o Regimento Interno da Câmara.

FALA-SE EM MANOBRA

No que pese as explicações do presidente da edilidade, o fato deixa transparecer que houvera uma “manobra” para que Pedro Tavares não seja empossado no lugar de Otacília Rios que há muitos meses, em razão de problemas de saúde, não vem comparecendo regularmente nas sessões da Câmara, deixando desfalcado o colegiado que é de 17 vereadores. Segundo Pedro “essa foi mais uma manobra do presidente Orlando Mendes, a mando de alguém, para evitar que eu tome posse”. Pedro que foi notificado também por ofício na sexta-feira (1) de que seria empossado ontem, terça-feira, pode ter razão, uma vez que a vereadora estaria se licenciando dentro de um limite que impediria a posse de seu suplente, o que representaria uma “manobra política”.

Ele cita o caso do suplente devereador Orlando Oliveira que foi empossado em menos de 48 horas após o vereador Batista de Biné ter passado mal em Santa Inês e ser transferido para São Luís: “no caso de Orlando Oliveira, os médicos nem haviam ainda fornecido o laudo do que verdadeiramente acontecera com ele, e a Câmara já estava empossando seu suplente. No meu caso, venho desde o ano passado, comportadamente acompanhando a ausência por meses seguidos da vereadora na Câmara, mas agora, depois dessa manobra que partiu da presidência, que com certeza tem mais gente envolvida, vou entrar com um mandado de segurança contra a Câmara para assumir o cargo que eu tenho direito de assumir, uma vez que a vereadora em questão não tem condições de saúde para atuar no legislativo, em total prejuízo do mesmo que não pode legislar se seu colegiado não estiver completo”, desabafou Pedro Tavares durante visita que fizera na manhã de ontem ao Jornal AGORA, acompanhado de sua filha que é advogada, de seu filho Ronas e de amigos.

APELOS

No começo da tarde de ontem, o apresentador do programa de TV, Show do Bronca, Luís Carlos Lobo, abriu o programa comentando sobre o caso contra o suplente de vereador Pedro Tavares, e fez um veemente apelo para que a Câmara o emposse, com o que faz coro o AGORA, uma vez que consideramos também, que diante da situação delicada da saúde da vereadora Otacília Rios, e de sua ausência no legislativo já há alguns meses, estando presente apenas em uma ou outra sessão, nada mais justo que seja empossado seu suplente, assim como foi empossado o suplente do vereador de Batista de Biné durante situação menos complexa de saúde. 

Postado por: Redação Agora

Categoria do Post: Politica

Data: 06/04/2016

Visitas: 759

Palavras-chave: CÂMARA VOLTA ATRÁS E NÃO EMPOSSA PEDRO TAVARES QUE FALA EM “MANOBRA” DA MESA DIRETORA

Fonte: Redação Agora

Big Systems
6163519 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 08 do mês 04 de 2020