Agora Santa Inês - Governo lança campanha Setembro Amarelo e destaca os cuidados com a saúde mental

Governo lança campanha Setembro Amarelo e destaca os cuidados com a saúde mental

O Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde (SES), lançou oficialmente, ontem, sexta-feira (10), a campanha Setembro Amarelo, que visa a prevenção ao suicídio, prática geralmente associada à depressão.

Este ano, o tema da campanha é “Liberte-se, ame-se. Cuide da sua saúde mental!”, e o público-alvo é a população maranhense, com foco especial aos profissionais de saúde, bem como aos usuários dos serviços de saúde mental, suas famílias e toda a rede de suporte.

O superintendente de Atenção Primária da SES, Márcio Menezes, ressalta a importância do cuidado com a saúde mental. “Mais uma vez, a Secretaria de Estado da Saúde tem voltado as suas atenções para a saúde mental, desta vez, após a fase crítica da pandemia. Pois sabemos que, durante o período pandêmico, tivemos um aumento muito grande nos problemas de saúde mental, como ansiedade, síndrome do pânico e depressão”, afirma o superintendente Márcio Menezes.

A abertura da campanha acontece na data alusiva à Prevenção ao Suicídio, 10 de setembro. “Estamos destacando a importância da saúde integral, da qualidade de vida do indivíduo e da valorização da vida, através de uma proposta de estabelecimento de práticas e hábitos saudáveis, focando na saúde emocional e na saúde mental da população”, explica a coordenadora do Departamento de Saúde Mental da SES, Isabelle Rêgo.

O lançamento aconteceu na Praça Mestre Antônio Vieira, no bairro do Monte Castelo, em São Luís, e ofereceu vários serviços como avaliação e orientação psicológica; atendimento da Farmácia Viva; verificação de glicemia e pressão arterial; testes rápidos de HIV, Sífilis e Hepatite; Testagem para Covid-19; ginástica laboral; atividade funcional; tai chi chuan; e exposição de oficinas terapêuticas do Centro de Atenção Psicossocial.

O vigilante Charles Santos da Fonseca, 45 anos, foi um dos expositores. Ele faz tratamento na Rede de Atenção Psicossocial devido à dependência química, uma luta que trava desde 2014. “Fui muito bem atendido e acolhido. Esse trabalho é muito importante na vida do dependente químico e das pessoas que sofrem de algum outro tipo de problema psicológico. Hoje eu passo nas ruas, vejo pessoas drogadas e dormindo no chão, e consigo me ver nessa situação”, diz o expositor Charles Santos.

Já a dona Maria do Livramento Moreira, 61 anos, aproveitou os serviços oferecidos durante a ação para levar a filha e os netos que realizaram testes rápidos e aferições. Ela destacou ainda a importância do cuidado com o corpo e a mente. “Todos nós precisamos nos cuidar. Eu sou um exemplo vivo disso. Passei muito tempo sem dar importância para a minha saúde; hoje estou hipertensa, diabética, mas não vou desistir, pois agora eu sei que eu necessito de cuidados profissionais. Aos que estão necessitados, eu recomendo que procurem se cuidar”, orienta a aposentada.  A ação contou com a parceria da Secretaria Municipal de Saúde de São Luís e do Comitê Guardiões, gestor da Praça Mestre Antônio Vieira.

DISPOSITIVOS DE SAÚDE MENTAL

A Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) estabelece os pontos de atenção para o atendimento de pessoas com os mais variados transtornos mentais, incluindo os efeitos nocivos do uso abusivo de crack, álcool e outras drogas.

A RAPS integra o Sistema Único de Saúde (SUS) e é composta por serviços e equipamentos variados, tais como os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS); os Serviços Residenciais Terapêuticos (SRT); as Unidades de Acolhimento (UAs), Ambulatórios de Saúde Mental e Atendimento de Urgência e Emergência, cujo o hospital de referência é o Hospital Nina Rodrigues.

Ao todo, o Maranhão possui 91 CAPS, dos Tipos I, II e III, AD, AD III, AD IV, e o CAPS Infanto-Juvenil, uma Unidade de Acolhimento Adulto e uma Infantil, além de oito Residências Terapêuticas e um Hospital de Referência.

Na capital, a Secretaria de Estado da Saúde disponibiliza os Centros de Atenção Psicossocial Bacelar Viana (CAPS III), Álcool e Drogas (CAPS AD) e a urgência do Hospital Nina Rodrigues para atendimento de demanda espontânea, sem necessidade de agendamento prévio. As unidades estão localizadas no bairro do Monte Castelo.

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Politica

Data: 11/09/2021

Visitas: 102

Palavras-chave: Governo lança campanha Setembro Amarelo e destaca os cuidados com a saúde mental

Fonte:

Big Systems
9880821 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 20 do mês 09 de 2021