Agora Santa Inês - COLUNA ESTADO DE ALERTA 1634

COLUNA ESTADO DE ALERTA 1634

MP DEVOLVIDA E SEM EFEITO

Nenhuma novidade nisso. Cantamos a pedra meia hora depois que o PR assinou a Medida Provisória, no dia 6 de setembro. Dissemos que a MP teria vida útil de no máximo uma semana. Acertamos na mosca, até porque seria óbvio. Ontem, terça-feira,  o presidente do Senado Rodrigo Pacheco,  não contou pipocas e devolveu feito um foguete a tal MP do PR (gente, PR é abreviatura de presidente, não inventem coisas), com tripas e tudo. Sem mais delongas ele disse uns “senões” e tchau MP do PR!!!

 

E PARA COMPLETAR 

Minutos após a decisão, a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber também suspendeu a eficácia da MP, atendendo pedido do procurador-geral da República Augusto Aras que recomendou a suspensão. Ou seja....o nosso PR gosta mesmo é de confusão. Será que ele faz de propósito, perguntamos ao velho e rabugento Ariosvaldo Prancha,  que do alto dos seus 90 e lá vai quase mais uma dezena de anos respondeu-nos com deboche: “home seu menino, vocimiçê não estudou geografia? Num vê que esse capitão num entende de nada da Carta Magna do Brasili?”. Bom, vai ver o Arisovaldo tem razão mesmo. Ainda bem que ele não trocou o PR pelo PL. Longe disso, né Ari?  Agora é aguardar os próximos capítulos.  

 

O MP NÃO É UM SÓ NO MA?

Tem hora que a gente fica se perguntando se o Ministério Público Estadual é o mesmo em todo o Maranhão. É que tem coisas que acontecem ali, acolá, mais adiante, e que passam  longe dessa “religião” como dizia o velho Mané Anacleto pai do também saudoso Chico Coa Café. É que bem ali no município maranhense de Magalhães Almeida o Ministério Público deu  60 dias para que o prefeito exonere todos os  ocupantes de cargos comissionados ou funções de confiança que sejam cônjuges ou companheiros ou detenham relação de parentesco consanguíneo, em linha reta ou colateral, ou por afinidade até o terceiro grau com o prefeito, vice-prefeito, secretários municipais, chefe de gabinete, procurador-geral do Município, vereadores ou de servidores detentores de cargos de direção, chefia ou de assessoramento, e o escambau!!!! E então vem a pergunta....é ou não é o mesmo MP em todo o Estado? Por nada não.

 

LUTO NA POLÍTICA DO MA

Acometido por um AVC, faleceu, na madrugada de ontem, em São Luís, o empresário e ex-senador maranhense, Magno Duque Bacelar, um dos políticos de grande destaque na cena pública maranhense em décadas passadas. Nascido em Coelho Neto, em 1962 concluiu o Bacharelado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal do Maranhão  (UFMA), alternando-se entre a advocacia e o jornalismo. Junto com seu irmão Raimundo Bacelar, fundou em 1963 o Sistema Difusora de Comunicação e foi diretor do Jornal do Dia, ambos em São Luís. Fundou também a Federação das Escolas Superiores do Maranhão. Eleito deputado estadual pelo PSD em 1962, foi chefe de gabinete da prefeitura de São Luís, e, no governo Pedro Neiva de Santana foi subchefe e depois chefe da Casa Civil e Secretário da Educação, além de atuar como conselheiro de diferentes órgãos governamentais. Foi, também, presidente do diretório municipal da ARENA em seu município e membro da executiva estadual. Foi eleito deputado federal em 1974 e 1978, licenciou-se do mandato para ocupar o cargo de Secretário de Justiça no governo João Castelo, afastando-se para disputar o pleito de 1982 pelo PDS, sendo vitorioso. Contrário às Diretas Já e eleitor de Paulo Maluf em 1985, migrou para o PFL e foi eleito suplente de senador em 1986. Por ocasião das eleições de 1988 ingressou no PDT e foi eleito vice-prefeito de São Luís na chapa de Jackson Lago. Com a vitória de Edison Lobão na disputa pelo governo do estado em 1990, Magno Bacelar foi efetivado senador e em 1994 foi eleito para o seu quarto mandato de deputado federal. Em 2004 foi eleito prefeito de Coelho Neto pelo PV, não conseguindo ser reeleito em 2008. Nossos pêsames aos familiares e que ele descanse em paz!

CHUMBO QUENTE

Não houve a tão sonhada reunião do Comitê de Combate à Covid19 de Santa Inês, conforme estava programada para as 6 da tarde de segunda-feira.///Apareceram alguns membros do comitê, mas não o suficiente pra encher um Fusca. Ou no máximo pra isso./// De formas que,  a reunião ficou remarcada para amanhã, quinta-feira, dia 16 às 18 horas./// Os coordenadores do comitê ficaram de oficiar o convite, inclusive de um membro do Ministério Público e a gestora Regional de Saúde, Anara Alves./// Na verdade o comitê tem em sua coordenação, alguns membros  interessados em discutir ou ficar por dentro,  do que realmente está acontecendo diante de tantas denúncias de falseamento dos números de pessoas contaminadas com o vírus em Santa Inês....há um vácuo de cerca de 25% de casos a mais do que os declarados pela Prefeitura através dos BE da Secretaria de Saúde. /// Também não batem os números da quantidade de vacinas recebidas com a quantidade de vacinas aplicadas./// Todas essas  denúncias já vem sendo feitas há pelo menos uns três meses, mas, porém, todavia, entretanto (arre bichim!!), nenhuma autoridade se “buliu” pra apurar os fatos com tripas e tudo./// Elas, as autoridades, fazem cara de paisagem, ou de ouvidos moucos./// Santa Inês está, como nunca esteve./// Largada!!!!! / A coisa é tamanha  que a gente sente até saudades  do Ribão!!!///Fomos!!     

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Politica

Data: 15/09/2021

Visitas: 71

Palavras-chave: COLUNA ESTADO DE ALERTA 1634

Fonte:

Big Systems
9881176 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 20 do mês 09 de 2021