Agora Santa Inês - PROFESSORA MORTA COM 9 TIROS EM SANTA INÊS FOI SEPULTADA ONTEM NO POVOADO BARRO VERMELHO NO INTERIOR DO MUNICÍPIO

PROFESSORA MORTA COM 9 TIROS EM SANTA INÊS FOI SEPULTADA ONTEM NO POVOADO BARRO VERMELHO NO INTERIOR DO MUNICÍPIO

PROFESSORA MORTA COM 9 TIROS EM SANTA INÊS FOI SEPULTADA ONTEM NO POVOADO BARRO VERMELHO NO INTERIOR DO MUNICÍPIO

O corpo da professora Cléia da Costa Cavalcante, de 41 anos, que foi cruelmente executada com 9 tiros no começo da tarde de terça-feira, 28, no interior de sua residência localizada na  Rua São Lucas Número 216, Bairro Vila Olímpica, zona urbana de Santa Inês, foi sepultado na tarde de ontem, quarta-feira, por volta das 15:00 horas no Cemitério do Povoado Barro Vermelho, localizado no interior do município de Santa Inês, onde residem  seus familiares, inclusive seu pai, o ex-vereador conhecido como Tonico. Ela era professora da Rede Municipal de Ensino de Santa Inês e lecionava na Escola Antônio Boeing.

CORPO PASSOU PELO IML EM SÃO LUÍS

O AGORA! apurou que o corpo da professora foi levado na terça-feira, por volta das 17:30 para passar por perícia no IML de São Luís, visto que os médicos que atendem ao município não se encontravam na cidade. Lá foi constatado que a professora foi executada com 9 tiros, sendo que seis atingiram suas costas, o que demonstra a crueldade dos assassinos, que seriam dois e estariam de moto.  O corpo de Cléia Costa teria retornado de São Luís por volta das 2 da madrugada de ontem, e levado para uma funerária de Santa Inês onde foi preparado e entregue para a família para ser velado e sepultado no começo da manhã.

COMO ACONTECEU

Cléia da Costa Cavalcante estava no interior de sua residência, no começo da tarde da última terça-feira, quando por volta das 12:30, indivíduos armados de revólver invadiram o local e lhe atingiram com diversos disparos. Na ocasião, Matheus de Araújo Costa, atual companheiro de Cléia, ainda tentou socorrê-la, mas acabou sendo também atingido por disparos de arma de fogo. A Polícia Civil não informou quantos eram os indivíduos que executaram a professora, e com quantos tiros ela foi atingida, mas afirmou que se tratou de um crime violento e intencional, o que indica que a vítima era o alvo dos atiradores.

NA MIRA DOS BANDIDOS

Pelo que apurou o AGORA! Cléia da Costa Cavalcante tinha uma vida muito desconfortável, mesmo sendo uma professora da rede municipal de ensino. Dois filhos dela teriam sido assassinados este ano de 2021 no espaço de apenas três meses um do outro na Vila Militar, centro da cidade, devido a envolvimentos com vários tipos de crimes, e seu ex-marido está preso em Pedrinhas. Cléia era filha de um ex-vereador de Santa Inês de nome Tonico, morador do Povoado Barro Vermelho. Uma pessoa que se identificou como sendo irmã da professora disse ao AGORA! que Cléia era uma pessoa do bem, mas não se conformava com a morte dos filhos e havia jurado que colocaria na cadeia os assassinos dos mesmos, e que ela seguia investigando o caso para descobrir os autores  e quem encomendou as mortes. A irmã disse também que Cléia foi alertada por possíveis membros de facções, que não seguisse com suas investigações, pois poderia lhe custar a vida, sendo que ela não desistiu, e acabou sendo vítima cruel da bandidagem em que o ex-marido e os filhos haviam se envolvido.

 

(Conteúdo Jornalístico produzido pelo AGORA!)

 

 

Fotos: Esses dois filhos da professora Cléia Costa foram assassinados em um espaço de três meses um do outro em 2021      

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Policia

Data: 30/12/2021

Visitas: 1615

Palavras-chave: PROFESSORA MORTA COM 9 TIROS EM SANTA INÊS FOI SEPULTADA ONTEM NO POVOADO BARRO VERMELHO NO INTERIOR DO MUNICÍPIO

Fonte:

Big Systems
10395791 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 21 do mês 01 de 2022