Agora Santa Inês - O QUE TERIA A VER EM COMUM, AS MORTES  DESSES TRÊS RAPAZES REGISTRADAS EM POUCO MAIS DE 48 HORAS EM SANTA INÊS?

O QUE TERIA A VER EM COMUM, AS MORTES DESSES TRÊS RAPAZES REGISTRADAS EM POUCO MAIS DE 48 HORAS EM SANTA INÊS?

O ano de 2022 não começou nada tranquilo em Santa Inês, principalmente em se tratando de violência contra a vida. Em pouco mais de 48 horas três rapazes, sendo dois deles com idade em torno de 18 anos, e um terceiro aparentando ser mais velho, morreram cravados de balas, sendo que o último deles, teria reagido a uma ação da polícia que caçava os matadores dos outros dois primeiros jovens, um assassinado  na noite de sábado 8, por volta das 20:30, e o segundo na tarde de segunda 10, por volta das 17:00 horas. O questionamento que se faz, e cabe a Polícia Civil e demais autoridades de segurança esclarecer para a população, é se os dois primeiros crimes tinham algo que os conectassem, ou se foi apenas uma triste coincidência. Já o terceiro a morrer no confronto com a polícia, tudo leva a crer - mas,  quem tem que confirmar isso,  é a polícia investigativa - teria supostamente alguma coisa a ver com o segundo homicídio. Alguns dizem que se tratou de briga de facções, outros disseram que era briga entre “famílias”, etc. Seja lá o que teria motivado esse início de ano com tanta violência, cobra-se aqui das autoridades de segurança, urgente tomada de providência para estancar tamanha violência. A Polícia Militar e mesmo a Civil, tem que ir às ruas, retornar com as blitz em Santa Inês, durante o dia e até mesmo a noite, desarmar a população. As instituições civis da cidade não podem ficar só assistindo o desfile de crimes ou caixões pelas ruas, sem acionar os quem de direito. Sempre que a população se cala diante de algo que incomoda a todos, seja no mundo da política, do crime ou qualquer outra coisa que deixa toda a cidade à mercê, o resultado não é muito bom. Aliás, nunca foi. Portanto é hora de agir, de se darem as mãos e todos buscarem uma solução através de atitudes preventivas, para evitar que Santa Inês volte a ser uma cidade onde a violência seja o trivial do dia a dia e a paz, a exceção. (Da Editoria do AGORA)

 

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: A-Cidade

Data: 14/01/2022

Visitas: 241

Palavras-chave: O QUE TERIA A VER EM COMUM, AS MORTES DESSES TRÊS RAPAZES REGISTRADAS EM POUCO MAIS DE 48 HORAS EM SANTA INÊS?

Fonte:

Big Systems
10395745 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 21 do mês 01 de 2022