Agora Santa Inês - COLUNA DO SILVEIRA 1663

COLUNA DO SILVEIRA 1663

“Talvez seja tarde para que ricos e pobres que ignoram A Deus  e Seus preceitos de vida, sejam beneficiados com o perdão dos pecados na hora da morte. A que te unires por aqui, também servirá para te unir na vida eterna”. Clélio Silveira Filho, do Livro Gotas de Reflexão Espiritual parte II.

Olá! Bom dia...boa tarde...boa noite! Cá estamos nós, pelas graças de Deus, com a nossa tradicional Edição desta semana, sendo esta a de número 1663, que circula nesta quinta-feira, 20 de janeiro, com 24 páginas repletas de fatos sérios, tratados com seriedade e independência, o que nos faz aumentar a cada semana, o número de leitores não só aqui em Santa Inês, na região e no Maranhão, mas em dezenas de outras cidades brasileiras, dentre elas ao menos uma dúzia de capitais, e até em outras cidades de dois ou três continentes. Saiu no AGORA! corre o mundo e é lido aqui e lá fora. Mas vamos focar esta espécie de Editorial desta edição, na pauta que mais incomoda no momento, o mundo; a covid19:   “Cuidarás de ti e do teu próximo”, nos ensinou Jesus Cristo. Mas, é isso que fazemos no tempo de pandemia em que vivemos? Somos ou não egoístas e irresponsáveis muitas vezes, quando não ligamos para o mal que podemos causar aos nossos próximos? Talvez não teremos tempo para pedir perdão por não levarmos ao pé da letra o que o Salvador do Mundo nos ensinou. Então, repensar tudo enquanto é tempo, é o mínimo que devemos fazer. Somos responsáveis não só por nós, mas por todos que convivem conosco, e até mesmo por aqueles que nunca vimos mais gordos ou mais magros! São todos os “próximos" a quem Jesus se reportou quando veio a este mundo,  e morreu na cruz para nos salvar. Todavia, parece que estamos todos surdos, como bem diz a canção de Roberto Carlos gravada no começo da  década de 70, onde o artista pede em uma estrofe se reportando a Jesus: “Meu  Amigo volte logo! Venha ensinar seu povo, o amor é importante, vem dizer tudo de novo”, e prossegue: “Muito gente  não ouviu, porque não quis ouvir..Tanta gente se afastou do caminho que é de Luz, Pouca gente se lembrou da mensagem que há na Cruz...meu Amigo...”. Todos Estão Surdos foi lançada há exatos 50 anos. Meio século atrás. Foi em 1971. Mas está mais atual do que nunca! O que mudou foram os costumes e a desobediência latente de muitos “novos” ou nem tão novos assim, que acham que a pandemia que estamos vivendo é tão somente uma “gripezinha”, uma “coisinha” de nada, e se agora nem todos estão surdos, mas uma pequena parte parece estar  cega e não que ver os números que já superam 621 mil mortos no Brasil, e quase 23 milhões contaminados com a covid, dos quais milhares e milhares sequelados. É duro conviver com isso. Com tanta indiferença de tantos. Que São Sebastião (hoje é o dia dele) rogue por nós, e principalmente por  àqueles que depois de décadas e mais décadas “festando” em arraiais e bois e carnavais, não podem passar as datas mais festivas  do ano em silêncio, ao menos em respeito aos que já se foram e aos  que estão sofrendo nos leitos e UTI,s de hospitais ou nos leitos das casas. Que Deus proteja àqueles que estão vulneráveis e fragilizados, e que nada podem fazer diante da incompreensão de seus próximos, que muitas das vezes são seus próprios familiares. Que Suas bênçãos e Misericórdia nos alcancem onde estivermos..Amém!

 

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Coluna-do-Silveira

Data: 20/01/2022

Visitas: 162

Palavras-chave: COLUNA DO SILVEIRA 1663

Fonte:

Big Systems
10917114 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 18 do mês 05 de 2022