• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - Vereadores da oposição questionam prestação de contas de Ribamar Alves e querem saber: “CADÊ O DINHEIRO” QUE VEIO PARA CÁ EM 2015?

Vereadores da oposição questionam prestação de contas de Ribamar Alves e querem saber: “CADÊ O DINHEIRO” QUE VEIO PARA CÁ EM 2015?

  A maioria dos vereadores que compõe hoje o legislativo de Santa Inês é de oposição ao governo sem fronteiras do prefeito Ribamar Alves, que por três longos e tenebrosos anos pode contar com maioria na Câmara. Hoje, alguns vereadores, até então situacionistas, de olho na reeleição de outubro, e diante da impopularidade do governo que tanto defenderam, algo que dizem ultrapassar os 80%, fincam o pé e não abrem mão de “emparedar” o prefeito, acompanhando assim, os que fazem oposição ao governo desde o começo do mandato de Ribamar Alves. Na sessão da Câmara Municipal de ontem, isso ficou mais do que claro quando os hoje oposicionistas trocaram inflamadas discussões com os que ainda insistem em defender o governo sem fronteiras. Os novos oposicionistas e os antigos, cerraram fogo contra a atual administração tendo como munição, uma prestação de contas de 2015 que foi apresentada para alguns vereadores em sessão extraordinária na quarta-feira (13). Nela o contador do município apresentou uma planilha onde informa que o município teria arrecadado em 2015 algo perto de 150 milhões de reais, dos quais quase 65 milhões teriam sido gastos com Educação, mais de 23 milhões no setor administrativo e perto de 33 milhões na Saúde Pública, seguido de quase 9 milhões e meio com urbanismo, também perto de 8 milhões e meio com saneamento e outras “miudezas”, abaixo de 1 milhão, finalizando com a importância de R$ 750,00 com Desporto e Lazer. 
NÃO CONVENCEU A planilha apresentada pelo contador da prefeitura no meio da semana, não convenceu os vereadores de oposição que duvidam dos investimentos que o Governo Municipal afirma ter feito no município em 2015. Segundo o que destacou o governo sem fronteiras na prestação de contas do exercício de 2015, estão as principais ações: Reforma da Praça da Matriz, construção de 7 creches, reforma, ampliação e construção de novos postos de saúde, várias escolas reformadas e equipadas, continuidade  (de novo) na construção de novos postos de saúde, pavimentação de vias urbanas e recuperação de estradas vicinais. Isso está listado pela prefeitura no documento que foi enviado à Câmara. Os vereadores, é claro, diante dessas  “ações” destacadas pelo governo sem fronteiras em sua prestação de contas, se manifestaram incrédulos diante do que diz ter feito a prefeitura. Coisa que na realidade, tem eles como testemunha, a própria população do município. Qualquer cidadão de Santa Inês sabe que a reforma da Praça da Matriz não foi feita em 2015 e que postos médicos, se um ou outro foi aberto, outros foram fechados e escolas reformadas teriam sido o mínimo delas. No que diz respeito à CONSTRUÇÃO de 7 creches, “aí a emenda fica pior do que o soneto” diz a vereadora Creusa da Caixa, que garante está completamente furada a prestação de contas feita pelo município, no que concorda o vereador Madeira de Melo que questiona; “onde é que foram mesmo investidos os milhões de reais que o município recebeu em 2015? Cadê o dinheiro que veio para cá?”. O AGORA teve acesso a uma cópia do documento apresentado pelo contador da prefeitura na Câmara, e muito do que consta nele, realmente causa estranheza, como por exemplo, a informação de que: “prestes a ser interditado, o Aeroporto Municipal de Santa Inês foi revitalizado”. Assim fica difícil levar a sério o “governo sem fronteiras”. 

Postado por: Redação Agora

Categoria do Post: Politica

Data: 16/04/2016

Visitas: 745

Palavras-chave: Vereadores da oposição questionam prestação de contas de Ribamar Alves e querem saber: “CADÊ O DINHEIRO” QUE VEIO PARA CÁ EM 2015?

Fonte: Redação Agora

Big Systems
6164005 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 08 do mês 04 de 2020