• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - Por falta de quórum, sessão na Câmara  Municipal de Santa Inês acaba mais cedo

Por falta de quórum, sessão na Câmara Municipal de Santa Inês acaba mais cedo

A Sessão da Câmara Municipal de Santa Inês realizada na manhã de ontem, sexta-feira (22), finalizou mais cedo por falta de quórum – é o termo dado ao número mínimo de pessoas necessárias para que uma sessão possa ser válida - era necessário o mínimo de 9 vereadores e acabou apenas com 8 vereadores presentes. A Sessão iniciou às 9h com dez vereadores. Estavam compondo a mesa, o vereador Ademarzinho, como presidente, a 1ª secretária Professora Vera e a 2ª secretária, vereadora Solange Nerval. No plenário estavam os vereadores Aldoniro Muniz, Creuza da Caixa, Dr. Tomaz, Madeira de Melo, Enfermeiro Victor, Akson Lopes e Antônio Silva.Minutos após o inicio da sessão, o vereador Antônio Silva se ausentou, o primeiro expediente se estendeu com as falas dos vereadores, Enfermeiro Victor usou a tribuna para falar sobre o descaso que anda a saúde pública do município, afirmando que recebeu um relatório que não condiz com a realidade em que vive a cidade. “No relatório, afirma que há 11 médicos, então quer dizer que têm 6 ou 7 na emergência e mais 4 ou 5 em atendimento? Onde isso? Falta materiais de trabalho e principalmente médico para atendimento, quando se chega no hospital é o que mais vemos, são pessoas reclamando da falta de médicos e atendimentos”, disse Enfermeiro Victor que ainda acrescentou que a carga horária de trabalho aumentou e ainda que consta no relatório que enfermeiros e odontólogos recebem R$2.500, o que, segundo o vereador, não é verdade, é recebido apenas R$2.250.O vereador cobrou também da prefeitura, a falta do repasse de cada servidor público ao INSS. De acordo com o vereador, os funcionários públicos estão inadimplentes com o órgão do INSS e não conseguem se aposentar ou retirar benefício por falta do repasse da prefeitura. Um requerimento assinado pelos vereadores será encaminhado para a prefeitura e para o Ministério Público, para saber para onde está sendo encaminhado o dinheiro que é descontado na folha de pagamento para ser repassado ao INSS.O vereador Aldoniro Muniz também usou a tribuna para pedir o apoio de todos os vereadores para que eles fossem à Secretaria de Saúde do Estado e ao próprio governador Flávio Dino, cobrar a inauguração do Hospital Macrorregional de Santa Inês. De acordo com nota da prefeitura o hospital seria inaugurado em dezembro do ano passado, mas não passou de promessas e as obras estão paradas até hoje. O vereador Madeira de Melo também falou sobre as taxas abusivas do IPTU, instituídas pelo prefeito e votado pela maioria dos vereadores.  Após o final do primeiro expediente, o vereador Dr. Tomaz também se ausentou do plenário, ficando assim, apenas 8 vereadores, o que não pode ser possível continuar a sessão com o mínimo de vereadores, fazendo com que projetos que entrariam em pauta, fosse guardados para a próxima sessão.

Postado por: Redação Agora

Categoria do Post: Politica

Data: 22/04/2016

Visitas: 614

Palavras-chave: Por falta de quórum, sessão na Câmara Municipal de Santa Inês acaba mais cedo

Fonte: Redação Agora

Big Systems
6152067 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 04 do mês 04 de 2020