Agora Santa Inês - Município debate implantação de Escritório Social em Imperatriz

Município debate implantação de Escritório Social em Imperatriz

O projeto é um equipamento público de gestão compartilhada entre os poderes Judiciário, Executivo e outras entidades

Na segunda-feira (01), representantes da Prefeitura de Imperatriz e do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) estiveram em reunião, por videoconferência, para tratar sobre a possibilidade e logística de implantação de um Escritório Social na cidade. A reunião contou com a participação do prefeito Assis Ramos, da secretaria de Desenvolvimento Social, Divina Leide, do secretário de Governo e Projetos Estratégicos, Eduardo Soares, e do desembargador Francisco Ronaldo Maciel Oliveira, do TJMA.

O Escritório Social é um equipamento público, de gestão compartilhada entre os poderes Judiciário, Executivo e outras entidades, que contempla egressos do sistema carcerário com o intuito de realizar a reinserção desses indivíduos na sociedade. O secretário de Governo e Projetos Estratégicos, Eduardo Soares, explica que “a reunião, que faz parte do processo inicial de implantação do Escritório, tratou sobre os pré-requisitos necessários e quais os trâmites que o Município precisa seguir para consolidar a ação”.

A secretária de Desenvolvimento Social, Divina Leide, destaca que “o projeto irá atuar encaminhando os egressos do sistema prisional para as políticas públicas de assistência social, dando suporte para o que eles precisarem no retorno ao convívio em sociedade. No caso de alguém que é de fora, e quer voltar para o seu estado, a gente vai auxiliar no processo; encaminhar para vagas de emprego e até mesmo atendimentos relacionados à saúde”.

“O prefeito Assis Ramos já deu aval positivo para que o Município realize todos os procedimentos necessários. E apesar desse ser o início das tratativas para a implantação do Escritório Social em Imperatriz, graças aos aparatos sociais que a cidade já dispõe, estamos confiantes que em pouco mais de um mês a implantação será concluída”, relata Eduardo Soares. “Estamos verificando se podemos ter esse projeto em conjunto com algum outro equipamento nosso, que já possua uma política pública parecida. Como o caso do CREAS, por exemplo, que atende adolescentes que estão em liberdade assistida, ou que estão em medidas socioeducativas, em uma proposta parecida com a do Escritório. Onde a gente tem uma equipe de psicólogos, pedagogos, assistentes sociais, e como trabalha com o sistema judiciário, dispomos também de advogados”, conclui Divina Leide.

Fonte: imperatriz.ma.gov.br

Postado por: Redação do Agora

Categoria do Post: Regional

Data: 03/08/2022

Visitas: 27

Palavras-chave: Município debate implantação de Escritório Social em Imperatriz

Fonte:

Big Systems
11528963 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 18 do mês 08 de 2022