• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - Psoríase

Psoríase

A psoríase é doença inflamatória crônica, que acomete cerca de 1% da população, podendo ocorrer em qualquer idade ( mais frequente antes dos 40 anos), afeta homens e mulheres até mesmo em crianças, sendo mais prevalente na raça branca.A doença manifesta-se em geral com lesões na pele avermelhadas recobertas por escamas brancoacinzentadas, no couro cabeludo com aspecto semelhante à "caspa", acomete também as unhas, principalmente das mãos, e pode evoluir com acometimento das articulações, sendo denominada Artrite Psoriática.A psoríase pode estar associada a outras doenças como Hipertensão Arterial, Diabetes Mellitus, dislipidemia, obesidade e depressão. A causa ainda não é bem esclarecida, mas sabe-se que existe associação entre fatores genéticos, imunobiológicos e ambientais ( tabagismo e etilismo, por exemplo).A boa notícia é que a doença tem tratamento, podendo haver até remissão total das lesões. É importante a consulta com o dermatologista para um diagnóstico preciso e um tratamento correto e eficaz.

Postado por: Redação Agora

Categoria do Post: Entretenimento

Data: 06/05/2016

Visitas: 493

Palavras-chave: A psoríase é doença inflamatória crônica, que acomete cerca de 1% da população, podendo ocorrer em qualquer idade ( mais frequente antes dos 40 anos), afeta homens e mulheres até mesmo em crianças, sendo mais prevalente na raça branca. A doença manifesta-se em geral com lesões na pele avermelhadas recobertas por escamas brancoacinzentadas, no couro cabeludo com aspecto semelhante à "caspa", acomete também as unhas, principalmente das mãos, e pode evoluir com acometimento das articulações, sendo denominada Artrite Psoriática. A psoríase pode estar associada a outras doenças como Hipertensão Arterial, Diabetes Mellitus, dislipidemia, obesidade e depressão. A causa ainda não é bem esclarecida, mas sabe-se que existe associação entre fatores genéticos, imunobiológicos e ambientais ( tabagismo e etilismo, por exemplo). A boa notícia é que a doença tem tratamento, podendo haver até remissão total das lesões. É importante a consulta com o dermatologista para um diagnóstico preciso e um tratamento correto e eficaz.

Fonte:

Big Systems
5505018 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 11 do mês 12 de 2019