• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - EXTENSÃO DO FIM DA VIDA DO IDOSO

EXTENSÃO DO FIM DA VIDA DO IDOSO

A extensão da velhice implica que quando alguém atinge os 65 anos (idade cronológica oficial para a entrada na velhice) ainda pode esperar viver aproximadamente 20 a 30 anos. Ou seja, as pessoas podem esperar viver uns 30 anos após a reforma (marca social da velhice), o que poderá sofrer alterações com as anunciadas alterações nas políticas da aposentadoria. Acresce também que é expectável que as pessoas vivam vidas saudáveis e independentes por mais tempo depois dos 65 anos e/ou da aposentadoria.Prevalece atualmente como visão biomédica, uma perspectiva excessiva de patologias na velhice, enfatizando a doença e seu tratamento. Além disso, o idadismo e/ou velhice, tem retratado as imagens sociais da velhice (incluindo senilidade, depressão, dependência) e das famílias no fim da vida (menos coesas, que abandonam os seu membros mais velhos). Neste contexto, indivíduo, famílias e sociedades não estão prontos para enfrentar/confrontar os desafios do fim da vida ou, por outras palavras, para aproveitar as oportunidades que advém com a maturidade.Esse processo de extensão da velhice é recente e, por isso, ainda desconhecido (ou experienciado por um número reduzido de pessoas) assim como as pessoas idosas, as famílias no fim da vida e as sociedades envelhecidas enfrentam a falta de modelos sociais para o envelhecimento.A tarefa de bem envelhecer é desafiada pela escassez de modelos de envelhecimento, alguns procuram esses modelos nos pais e avós; outros em amigos ou personalidades reconhecidas na sociedade. É essencial aprender a envelhecer com os idosos, mas o contexto atual não o facilita, pois os idosos são, frequentemente, estereotipados de forma negativa.As tarefas individuais e familiares na velhice tendem a organizar-se em torno de dois temas: rever e integrar a vida; preparar a morte (do próprio ou de outros da família). Estas tarefas envolvem potencial de desenvolvimento, mas parecem limitativas para um período de vida que pode durar duas ou três décadas.

Postado por: Redação Agora

Categoria do Post: Entretenimento

Data: 20/05/2016

Visitas: 440

Palavras-chave: EXTENSÃO DO FIM DA VIDA DO IDOSO

Fonte: Redação Agora

Big Systems
5505210 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 11 do mês 12 de 2019