• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - Membros do Movimento Vida Ao Engenho Central participam de reunião em São Luís

Membros do Movimento Vida Ao Engenho Central participam de reunião em São Luís

A obra vai iniciar em setembro, diz IPHAN

Após a mobilização no dia 16 de agosto, idealizada pelos movimentos “Vida Ao Engenho Central” e “Abraço Engenho”, com a participação da classe estudantil e de moradores de Pindaré Mirim, foi realizada na manhã de quarta – feira (24), na Assembleia Legislativa do Maranhão uma reunião para tratar do projeto de restauração do Engenho Central do município.
MOVIMENTOA Comissão de Educação, Cultura e Desporto da Assembleia Legislativa do Maranhão (ECD/Alema), por solicitação do deputado estadual Bira do Pindaré (PSB), recebeu o superintendente do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Maranhão (IPHAN/MA), Maurício Itapary, além dos membros do ‘Movimento Vida Ao Engenho Central’ que vêm lutando em prol a restauração do monumento e de representantes da Associação Amigos do Engenho. O superintendente do IPHAN reafirmou que a obra inicia em setembro. Segundo adiantou  Itapary, o investimento, garantido por meio de um Termo de Ajustamento de Conduta com a Construtora Camargo Corrêa, será na ordem dos R$ 6 milhões, sendo 1,6 milhão de Dotação Orçamentária do Governo do Maranhão, adquirido através do deputado Bira do Pindaré. Marcelo Itapary assegurou que a obra desta vez vai sair. De acordo com ele, a construtora já contratou uma empresa para fazer o serviço da restauração com o prazo de 12 meses para que essa obra seja realizada. Ele informou também que o prédio, após a restauração, abrigará a Unidade Vocacional do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) e um Centro de Cultura.O superintendente afirmou que o projeto base está mantido com auditório, área para apresentações teatrais, salas de aula, biblioteca, e outros. O trabalho em torno do Engenho Central também está mantido como foi anunciado no projeto inicial. A mão de obra local, foi outro questionamento feito pelos membros do Movimento Vida Ao Engenho Central. Itapary disse que os trabalhadores da cidade deverão ser contratados durante a obra.O parlamentar Bira do Pindaré frisou que o próximo passo é fiscalizar de perto o início e o andamento das obras, além de realizar, no mês de outubro, uma audiência em Pindaré Mirim com a participação ampliada da população. 

Postado por: Redação Agora

Categoria do Post: Regional

Data: 27/08/2016

Visitas: 384

Palavras-chave: Membros do Movimento Vida Ao Engenho Central participam de reunião em São Luís

Fonte: (Do Portal Pindaré)

Big Systems
6152184 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 04 do mês 04 de 2020