• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - Caema divulgada Nota de Esclarecimento sobre a frequente falta d’água em bairros de Pindaré Mirim

Caema divulgada Nota de Esclarecimento sobre a frequente falta d’água em bairros de Pindaré Mirim

Nos últimos dias, e em alguns bairros nos últimos meses, o fornecimento do abastecimento de água na cidade de Pindaré Mirim vem revoltando alguns moradores que são prejudicados diariamente com o problema. No bairro Formosa e Oscar Romero, o problema é maior ainda. Os moradores precisam ficar acordados até às 2h da madrugada para guardar a água para usar durante o dia.Em nota enviada ao Portal Pindaré pelo escritório local, a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão – Caema – esclarece sobre o que ocasionou esse problema no abastecimento e alerta os moradores sobre o desperdício de água. 

(Portal Pindaré) 

NOTA DE ESCLARECIMENTOA

Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão – CAEMA vem por meio desta, informar aos clientes que a precariedade no abastecimento de água se agravou devido à queima do conjunto motor-bomba do poço P02, localizado à Rua do Fio – Centro. Solicitamos à sede que providencie a aquisição do equipamento e estamos aguardando para o mais breve possível o substituirmos. Já o caso da Rua da Formosa, será enviado hoje (segunda-feira) uma equipe ao local para solucionar o problema do abastecimento irregular.Apesar de a cidade de Pindaré ser banhada por um rio, o abastecimento é feito através de poços artesianos subterrâneos. Como em todos os anos, dos meses de Agosto a Dezembro, não há chuvas e isso faz com que o nível de água no lençol freático diminua ocasionando uma queda na produção de água. Mesmo com toda essa escassez de água é comum ver cenas de pessoas desperdiçando água lavando motos e carros usando a mangueira, lavando ruas e calçadas ou mesmo simplesmente deixando a torneira aberta. Sem dúvida é necessário o investimento do governo, mas é de extrema importância a conscientização da forma como é usado este bem tão precioso que está desaparecendo a cada ano que passa. Quanto à conta-consumo, o faturamento estará suspenso nas áreas onde o abastecimento já estava precário antes da queima da bomba. Segundo as normas da empresa, a suspensão de faturamento é devida quando há a falta de água por um período de 15 dias ininterruptos, ou 30 dias alternados.


Desde já pedimos compreensão e nos desculpamos pelos transtornos causados.

Postado por: Redação Agora

Categoria do Post: Regional

Data: 21/09/2016

Visitas: 738

Palavras-chave: Caema divulgada Nota de Esclarecimento sobre a frequente falta d’água em bairros de Pindaré Mirim

Fonte:

Big Systems
6163321 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 08 do mês 04 de 2020