• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - CUIDADO AO USAR REDES SOCIAIS, PODE ESTÁ PRODUZINDO  PROVAS CONTRA SI.

CUIDADO AO USAR REDES SOCIAIS, PODE ESTÁ PRODUZINDO PROVAS CONTRA SI.

Os peritos do INSS estão de olhos bem abertos e bem conectados nas redes sociais, principalmente o Facebook. Conforme pesquisa dez (10) fotos do Facebook que podem cair no pente fino dos peritos do INSS. Já há casos de segurados do INSS que perderam o benefício a partir de uma investigaç ão nas redes sociais da pessoa. Há pouco tempo, uma mulher teve o auxílio por depressão cortado após colocar fotos “felizes” no Facebook. Está   programado   um pente   fino   em   quem   recebe   auxílio-doença   e aposentadoria por invalidez há mais de dois anos. Medida Provisória instituiu o   Bônus   Especial   de   Desempenho   Institucional  por   Perícia   Médica   bem Benefícios por Incapacidade. A idéia é revisar três milhões de aposentadorias, que geram gastos de R$ 3,5 bilhões por mês. Os médicos receberão um bônus por perícia extra. Consultar   as   redes   sociais   do   segurado já   entrou   para   o   procedimento. Presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário, Jane Berwanger listou  para   o   Acerto   de   Contas   de   dez   casos   em   que as   fotos   sinalizam “incompatibilidades” com a justificativa para o benefício do INSS e podem indicar irregularidades:

1 – Depressão X Festas e animação2 – Depressão profunda X Está viajando em férias

3 – Problemas ortopédicos x Exercício físico/Jogo de futebol

4 – Doenças cardíacas x Corridas

5 – Está em benefício x Informa trabalhos informais

6 – Doença mental x Está dirigindo

7 – Problemas no quadril x Está dirigindo

8 – Insanidade mental x Participa de atividades sociais/associativas

- Em todos os casos, não se trata de automaticamente considerar que a pessoa está apta a trabalhar. Então fica a dica para aquelas pessoas que estão recebendo algum benefício doINSS e estão   postando   fotos que   comprovam   o  contrário   que dizem  nas perícias e nos laudos médicos.

Multas de trânsito ficam mais caras, e aí?

A partir do dia 1º deste mês, ou seja, desde ontem, as multas por infração de trânsito ficarão mais caras em todo o país. As  regras mais rígidas para o Código de Trânsito foram estabelecidas com a Lei n.º 13.281, sancionada em maio deste ano. Segundo o Ministério das Cidades, desde o ano 2000 as multas não eram reajustadas. A infraç ã o gravíssima, que antes tinha multa no valor de R$ 191,54, passará a ter o valor de R$ 293,47. Já as multas por infração grave passarão para R$ 195,23 - anteriormente o valor era R$ 127,69. Para a infração média as multas passarão de R$ 85,13 para R$ 130,16. As infrações leves, que antes tinham o valor de multa de R$ 53,20, passarão a valer R$ 88,38. A infração para quem for flagrado manuseando o telefone celular enquanto estiver   ao   volante,   que   atualmente   é   considerada   média,   passará   a   ser gravíssima. Com isso, o valor da multa subirá de R$ 130,16 para R$ 293,47. De acordo com o Código de Trânsito, a receita arrecadada com a cobrança das multas   de   trânsito   deve   ser   aplicada,   exclusivamente,   em   sinalização, engenharia de tráfego, de campo, policiamento, fiscalização e educação de trânsito. O Fundo Nacional de Segurança e Educação de Trânsito recebe, para a mesma finalidade, 5% da receita arrecadada com as multas.

Cinquentinha

Além do endurecimento das penalidades, a nova legislação prevê sanções para quem conduzir  ciclomotores   sem habilitação  ou permissão  na  categoria A Autorização   para   Conduzir   Ciclomotor.   Não   portar   um   dos   documentos mencionados será  caracterizado como infração gravíssima, com multa no valor de R$ 880,41, sete pontos na carteira e retenção do veí culo até apresentação de condutor habilitado. A exigência de formação para conduzir as chamadas “cinquentinhas” já estava prevista na Resolução nº 572 do Denatran, com início da fiscalização em 1º de junho   de  2016.   Entretanto,  a   resolução   não   trazia   as   sanções   em   caso   de descumprimento, que foram inseridas na lei que estabeleceu as modificações no Código de Trânsito. Como a aplicação dessas sanções está prevista somente para o dia 1º de novembro, quem já foi multado poderá recorrer. Com as multas altíssimas cabe ao cidadão mudar de hábito, ficar atento, ou voltar a usar a velha bicicleta.

Postado por: Redação Agora

Categoria do Post: Entretenimento

Data: 03/11/2016

Visitas: 477

Palavras-chave: CUIDADO AO USAR REDES SOCIAIS, PODE ESTÁ PRODUZINDO PROVAS CONTRA SI.

Fonte: Dr. Márcio Beckmann

Big Systems
5531767 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 12 do mês 12 de 2019