• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - CAEMA: O IMPACTO NA VIDA DAS PESSOAS DE SANTA INÊS

CAEMA: O IMPACTO NA VIDA DAS PESSOAS DE SANTA INÊS

Por Roberto Bisneto

 

Problema da falta d’agua em Santa Inês segue causando transtorno à população

 

         Mesmo depois do anúncio feito pelo presidente da Caema, Davi  Telles,  de que seria ao menos amenizado o problema da falta d’agua em vários bairros centrais da cidade, a situação continua sendo o fator que mais tem impactado a qualidade de vida de milhares de pessoas em Santa Inês. E o pior, é que muitas dessas pessoas são idosas, doentes e sem condições de manter em casa uma caixa d’agua com capacidade de receber milhares de litros do líquido ou de pagar os serviços de um carro pipa.

          Chega a ser desumano o que a Caema vem fazendo, com grande parte de seus consumidores. O que se vê na Rua do Cajueiro e todo o setor da Barreirinha naquelas imediações, e em outros bairros, são pessoas conduzindo garrafões de água, ou transportado latas ou outros meios de “carregar” água, para cima e para baixo. Não há em centenas de casas uma gota sequer de água, para o mínimo de higiene pessoal, o que acarreta doenças, aumenta a depressão nas pessoas e as deixa injuriadas com o que estão passando. É bem verdade que o problema não é de 2015 para cá, já dista bem de longe, mas a cidade já pagou um preço muito alto para seguir nessa desdita. Uma coisa é sofrer com um problema desses por alguns anos. Outra coisa e viver o mesmo problema por décadas. E aqui em Santa Inês a Caema está instalada desde a década de 60, já se vão mais de 50 anos. Nada justifique que os governos que passaram por aí não tenham planejado, como em Imperatriz, algo que garantisse o fornecimento de água para a população para pelo menos os próximos 30 anos. Isso lá atrás. Porém, como, mais antes tarde do que nunca, está mais do que na hora de se trabalhar verdadeiramente para acabar com o sofrimento que impacta a vida de dezenas de milhares de santainesenses.

         Particularmente, recorre-se as autoridades com poder de obrigar a Caema a respeitar seus deveres e obrigações para com a população, e não fazê-la sofrer tanto. Aqui o impacto da falta d’agua é tão grande que atinge inclusive qualquer ramo de comércio. O que acaba por interferir na economia da cidade. Que os quem direito se movimentem o mais rápido possível, antes que milhares pessoas tenham piorado mais ainda a péssima qualidade de vida em que vivem diante da falta d’agua. SOCORRO AUTORIDADES!!!!!  

Postado por: Paulo Silveira

Categoria do Post: A-Cidade

Data: 12/11/2016

Visitas: 333

Palavras-chave:

Fonte: Redação Agora

Big Systems
6144818 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 02 do mês 04 de 2020