• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - A difícil recuperação de um dos símbolos da sociedade de Santa Inês; o Country Clube

A difícil recuperação de um dos símbolos da sociedade de Santa Inês; o Country Clube

Por Roberto Bisneto - Da Editoria de Cidade

Ele foi um dos símbolos da aristocracia e da riqueza em Santa Inês, a partir dos anos 60 até o final dos anos 80, começo, começo dos anos 90. Composto por mais de 300 sócios, a maioria deles empresários ou comerciantes, fazendeiros ou gerentes de lojas e de instituições públicas, além de políticos, o Country Clube construído em um terreno de milhares de metros quadrados, que vai de uma rua a outra na Avenida da Barreirinha, uma das partes mais antigas e movimentadas da cidade, foi palco dos mais tradicionais bailes e festas comemorativas de 15 anos, de casamento, de formatura de alunos das mais diversas escolas, etc. No final de seus tempos áureos, e praticamente abandonado pelos seus sócios proprietários, o clube que tinha salão de festas, amplas piscinas, jardins e um grade valor no mercado imobiliário, foi se desintegrando, virando um mausoléu, foi tomado pelo mato, seus muros foram caindo e acabou por se transformar até mesmo em esconderijo de usuários de drogas e marginais.

       Algumas tentativas de se reativar o clube não deram em nada. Os sócios proprietários e fundadores, e os herdeiros desses ( os que já partiram) não conseguiram até então, se entender e decidir o que fazer com os escombros do Country Clube. Até o atual prefeito, Ribamar Alves, em 2014 ou 2015, metendo os pés pelas mãos, tentou anexar ilegalmente ao território do município a área pertencente ao clube, felizmente não tendo logrado êxito, visto que não se saberia nas mãos de quem estaria hoje aquele valioso terreno. Ontem pela manhã, uma equipe do AGORA esteve na frente do “finado” Country Clube, e fez as fotos que ilustram esta matéria. Em uma das fotos, vê-se que o Departamento e Limpeza do município, resolveu transformar a frente daquele saudoso símbolo de uma época em que a sociedade era forte e unida, em um depósito “provisório” de lixo. Um contêiner cheio dele, mais lixo pelo chão e urubus, “ornamentam” os escombros da faixada do clube.

REMANDO CONTRA A MARÉ

A boa notícia sobre o Country Clube, vem da parte de um dos mais tradicionais sócios fundadores dele, e ex-presidente, Alcíndio Lopes, que segundo ele, com seus próprios recursos, resolveu erguer o muro da frente do clube e diz que está visitando um por um dos sócios fundadores ou seus herdeiros, levando a mensagem de que sim; ainda é possível colocar de pé o Country Clube, mesmo com muito sacrifício, uma vez que o mesmo representa muito para a história de Santa Inês, além de ser um patrimônio financeiro de muito valor. Resta saber se Alcíndio Lopes vai conseguir convencer os outros sócios e uni-los diante desse projeto, coisa que outros baluartes do clube como Nazeu Rodrigues e Jorge Nepomuceno tentaram e não conseguiram, ou se ficará em apenas mais uma tentativa, o que configuraria a derrota da própria sociedade que o idealizou e construiu há cerca de 50 anos.

 

Postado por: Paulo Silveira

Categoria do Post: A-Cidade

Data: 16/11/2016

Visitas: 473

Palavras-chave: A difícil recuperação de um dos símbolos da sociedade de Santa Inês; o Country Clube

Fonte: Redação Agora

Big Systems
6152020 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 04 do mês 04 de 2020