• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - MP vai pedir investigação sobre conselheira tutelar de Santa Inês que teria tentado contratar “pistoleiro” para executar colega de trabalho

MP vai pedir investigação sobre conselheira tutelar de Santa Inês que teria tentado contratar “pistoleiro” para executar colega de trabalho

Durante a celebração do dia Nacional do Conselheiro Tutelar, realizada na tarde de quinta-feira, 24, na Assembleia Legislativa do Maranhão, foi que o promotor de Justiça da Infância e da Juventude, Márcio Tadeu, tomou conhecimento através das associações representativas da classe, de uma suposta ameaça de morte ao Conselheiro Tutelar da cidade de Santa Inês, Werberth Silva dos Santos, e que a mandante seria a própria colega de trabalho, a conselheira tutelar Keiliane Silva de Queiroz.

Muitos Conselheiros Tutelares se pronunciaram sobre a constrangedora situação que envolve membros de um órgão de suma importância para a sociedade. A entidade está requerendo junto ao secretário de Direitos Humanos, a inclusão da vitima no Programa de Proteção as Testemunhas do Defensor de Direitos, e a Secretaria de Segurança Pública do Estado, para que possa dar prioridade sobre o caso, e preservar a integridade física e moral de ambas as partes, e até mesmo da instituição. Márcio Tadeu, também falou que vai pedir ao promotor de Santa Inês, Sandro Carvalho, o acompanhamento do caso. Se for comprovada a suposta ameaça, a acusada poderá responder pelo crime, além do afastamento das funções.

 

ENTENDA O CASO:

A 7ª Delegacia Regional de Polícia de Santa Inês investiga se houve mesmo uma trama armada pela conselheira tutelar Keiliane Silva de Queiroz que visava mandar matar o colega de trabalho, conselheiro tutelar Werberth Silva dos Santos. De acordo com o Delegado Regional Ederson Martins (conforme vídeo veiculado aqui no site do AGORA) a investigação era mantida em sigilo, mas vazou pela própria vítima, dando conta de que a acusada estava tentando contratar seu afilhado para tirar a vida dele. Werberth. Ambos atuam na defesa dos direitos da criança e do adolescente de Santa Inês.

No último dia 28 de outubro, o jovem de 18 anos teve a iniciativa de procurar a polícia para informar que dois meses antes recebeu uma ligação de Keiliane pedindo para conversarem a sós. “Quando cheguei no Conselho Tutelar, ela [a acusada] pediu que minha esposa saísse da sala, e foi quando me disse que havia um conselheiro de nome Weberth que estava tentando prejudicá-la, levantando falsas acusações contra ela, inclusive de furto ”.

Ainda segundo o documento, a Conselheira perguntou quanto seu afilhado cobraria para matar o conselheiro que estava lhe causando transtorno. Chegou, inclusive, a afirmar que conseguiria além do dinheiro, a arma para realizar o crime, telefone e locais que Weberth freqüenta.

No Terno de Depoimento, o depoente conta também que Keilliane sabia o horário e o tipo de telefone celular que Werberth usava. E caso não aceitasse o serviço de pistolagem, que “arranjasse alguém para executar”.

O jovem não aceitou já que está com a esposa grávida e que está em processo de reintegração social por conta de delitos passados, se negando a realizar o assassinato. Além de recusar o “serviço”, o contratado procurou o conselheiro Werberth para informá-lo do risco de vida que estava correndo.

         Em entrevista para o AGORA, o delegado regional Ederson Martins, disse que desde outubro está investigando os fatos e já ouviu algumas pessoas além de Weberth e o jovem. “Ao final concluímos que ainda não entrou na área criminal, já que estava no ato preparatório. Ela será ouvida nos decorrentes dias e todo o procedimento será encaminhado ao Ministério Público para as medidas administrativas cabíveis” disse delegado Ederson

KEILIANE USA REDE SOCIAL EM SUA DEFESA

Utilizando de sua conta no face-book, a conselheira tutelar Keiliane Silva falou sobre o caso e negou qualquer tipo de intenção em machucar seu colega de trabalho, ou qualquer outra pessoa, e disse que tudo não passa de boatos com intuito de prejudicá-la. Leia desabafo dela na íntegra:

“Meus amados, venho a público manifestar meus sentimentos a tudo que está sendo lançado contra minha pessoa na mídia em geral, minha vida sempre foi pautada dentro do princípio do respeito e da dignidade. Hoje tenho vivido a maior tribulação já enfrentada por mim. E humildemente estou aqui para dizer a vocês que em momento algum participei de trama alguma ou premeditei algo do tipo que está sendo veiculado contra quem quer que seja. Estou sendo vítima de uma grande perseguição, tenho vivido dias de angústia, mas ainda assim estou aqui para dizer a vocês que sou inocente e que como tudo na minha vida... vou vencer mais esta batalha que se levantou contra mim e minha família. Agradeço as manifestações de carinho e apoio que tenho recebido de todos os meus amigos, das pessoas de modo geral, de quem me conhece e de colegas de todo Brasil que tem me ligado, me dando apoio. Muito obrigado meus amados. Acredito e confio na justiça de Deus orem por mim!” escreveu Keiliane.

Postado por: Paulo Silveira

Categoria do Post: A-Cidade

Data: 26/11/2016

Visitas: 832

Palavras-chave: MP vai pedir investigação sobre conselheira tutelar de Santa Inês que teria tentado contratar “pistoleiro” para executar colega de trabalho

Fonte: Redação Agora

Big Systems
6152197 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 04 do mês 04 de 2020