• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - COLUNA ESTADO DE ALERTA 1241

COLUNA ESTADO DE ALERTA 1241

Desculpe os nossos, leitores, mas o que tem de notícia de política pra hoje, diz respeito ao quadro nacional que estamos vivendo, por isso, esta coluna hoje trata somente de assuntos a partir de Brasília, Curitiba, Salvador, etc.

 COMO GEDDEL JUNTOU DINHEIRO

Por Miguezim de Princesa

I

Quando arrombou o imóvel

De Geddel em Salvador,

O agente da Polícia

Foi tomado de um torpor:

- Nós entramos foi num banco! –,

Disse ele no corredor.

II

Havia grana em toda parte,

Do telhado até o chão,

Uma cortina foi feita

Com a quantia de 1 milhão

E o papel de se limpar

Seguia o mesmo padrão.

III

Testemunhando os trabalhos,

Convocaram João Tenente,

Que conhecia Geddel

Desde quando era carente:

Juntou dinheiro tomando

De quem via pela frente.

IV

Ele explicou à Polícia

Que Geddel é cheio de manha:

Enganou quem frequentava

Aquele clube lá da Espanha

E afanou uma rapariga

Na Ladeira da Montanha.

V

Furtou a bacia de um cego

Na Ladeira de São Bento,

Assaltou um aleijado

Na esquina do convento

E despojou Carga Torta

Do único bem: um jumento.

VI

Não gostava de gastar

Desde os tempos do Cruzeiro,

Fazia como Tio Patinhas

De um jeito bem prazenteiro:

No dia que estava triste,

Se deitava no dinheiro.

VII

Guardava dinheiro em malas,

Em travesseiro e colchão,

Tinha um pacote de notas

Escondido num caixão

Que ele tomou de uma velha

Numa visita ao Sertão.

VIII

De tanto tomar do povo,

Geddel foi se acostumando:

Quanto mais ele tomava,

O prazer ia aumentando,

E ele, sem gastar nada,

Uma fortuna ia juntando.

IX

Desde os tempos de ACM,

Passando em FHC,

Tendo seu cartaz em alta

No governo do PT,

Geddel se achou imbatível

Na arte de enriquecer.

X

Só que veio a Lavajato

Pôr ordem no cabaré:

Na esquerda ou na direita,

Não tem mais querrequequé,

Roubou é investigado,

Finda preso e algemado,

Não fica um corrupto em pé!

 

JUIZ NEGA DIREITO DE RESPOSTA A LULA POR REPORTAGEM DO FANTÁSTICO

No domingo, 16 de julho, o Fantástico exibiu reportagem sobre a sentença do juiz Sérgio Moro que condenou o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva a nove anos e meio de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, na reportagem foram citadas as principais provas que o juiz elencou para fundamentar sua decisão, e também foram apresentadas criticas as sentenças feitas pelos advogados de Lula. A reportagem informou ainda, que o ex-presidente tinha entrado com um recurso contra sentença do juiz Sérgio Moro. Apesar disso, os advogados de Lula pediram à justiça o Direito de Resposta, alegando que a reportagem do Fantástico tinha atentado contra a honra, a intimidade, a reputação e a imagem do ex-presidente e representava abuso do direito de informação.

 

NEGATIVA DA JUSTIÇA

Na quarta-feira, 30 de Agosto, a justiça negou o Direito de Resposta feito pela defesa de Lula. Na sentença o juiz Gustavo Dall’Ollio da comarca de São Bernardo do Campo escreveu: “A Globo fez o que lhe incumbia informar, direito seu e da coletividade exercitado de forma regular e profissional, facultando-se ao ex-presidente da República, o contraditório, por meio de seus advogados, conduta que não lhe era exigida, por nenhuma norma legal, senão pela adoção de padrões éticos que revelam a prática do bom jornalismo”. O juiz Gustavo Dall’Ollio conclui a sentença dizendo que: “É a própria condenação por crime contra a Administração Pública que é moralmente desfavorável a Lula e não o exercício legitimo do dever de informar. Ante o exposto, julgo improcedente o pedido”.(Fonte TV Globo)  Que o exemplo sirva para uns e outros aqui em Santa Inês, que se acham intocáveis.  

Postado por: Redação Agora

Categoria do Post: A-Cidade

Data: 06/09/2017

Visitas: 331

Palavras-chave:

Fonte: Da Editoria Política

Big Systems
7382266 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 21 do mês 09 de 2020