• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - COLUNA ESTADO DE ALERTA 1251

COLUNA ESTADO DE ALERTA 1251

E OS OUTROS?

Acompanhando o que se passa em Bom Jardim de 2012 para cá, vê-se que lá ou o prefeito, vice ou vereador anda na linha, ou vai pro olho da rua. E nos outros 216 municípios maranhenses (tirando aí uns 10 que estão sendo investigados) será que tudo está correndo às mil maravilhas no que diz respeito à administração municipal? Isso é apenas uma pergunta, que por si só já tem a devida resposta, diante das mais diferentes acusações, denúncias e o escambau! que se ouve, lê e ver falar sobre eles todos os dias. Então, com todo o respeito ao MP e ao Judiciário, que Bom Jardim seja o exemplo a ser seguido pela Justiça dos outros municípios. Que ninguém queira ignorar o que acontece neles.   

 

VOLTOU E DE COM FORÇA

O Tribunal Superior Eleitoral pediu que a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e a Polícia Federal apurem a influência de facções criminosas e milícias em disputas políticas em vários estados, inclusive no Maranhão. Segundo reportagem publicada no domingo passado (7) pelo jornal O Globo, um relatório da corte aponta participação do crime organizado e agiotagem no Rio de Janeiro durante a campanha de 2016, com suspeita de extensão por estados como São Paulo, Amazonas e Maranhão.

 

VOLTOU E DE COM FORÇA II

Esse tipo de crime eleitoral voltou e de com força no Maranhão, após quase uma década, ou seja; desde a década passada, depois que foi desmantelado na época de Zé Gerardo e outros iguais. O que se sabe e ouve dizer é que agiotas – principalmente – tem interferência no financiamento de campanha e por consequência disso no resultado delas em grande parte do Maranhão, e isso não é nenhum exagero, mas pura verdade.

 

VOLTOU DE COM FORÇA III

Aliás, muitos deles se transformaram, eles mesmos, em políticos de mandato e tudo. É mentira Terta? E atuam na maior como se tudo (que já é) fosse normal. A decisão do TSE, se levada a sério, poderá culminar com a derrocada que desmanchou e levou para a cadeia, aquela quadrilha que atuou fortemente na década de 90 no Maranhão e que “finou-se” a partir de 1999. Aliás, isso já está passando da hora.

 

ROSEANA X FLÁVIO DINO

Ouve-se dizer – ou melhor – leem-se nos blogs da vida, expostos nas redes sociais (nem tão sociais assim), que as pesquisas eleitorais feitas aqui no Maranhão, faltando um ano ainda para a as eleições de governador, apontam, de acordo com instituto X, a vitória de Roseana Sarney sobre Flávio Dino lá em 2018, e de acordo com instituto Y, a vitória de Flávio Dino sobre Roseana, e de lavagem!

 

ROSEANA X FLÁVIO DINO II

Pois é, a gente que convive com o povo no dia a dia, com mídias das mais diferentes versões e outros “ões” por aqui e por aí e por todo o estado, sabe muito bem que tudo não passa de especulações e tentativas de mudar, ou construir um resultado para daqui a um ano baseado nas tais pesquisas. Isso quase nunca dá certo, uma vez que em política 2 + 2 jamais serão 4. Em uma semana tudo pode mudar em se tratando de política, agora imagina em um ano.

 

SOBRE PESQUISAS

Em décadas convivendo com política e pesquisas em geral, aprendemos que não é um bom negócio quem está na frente, escancarar isso antes da batalha começar, até porque em tese, serve para alertar o adversário que faz das tripas coração, para se recuperar enquanto é tempo, perante a opinião pública, e ao cabo do final da disputa vencer a luta. Aqui em Santa Inês quem sabe trabalhar direitinho com pesquisas é o ex-prefeito Roberth Bringel. Ele nunca faz questão de divulgar pesquisas antes da hora mais do que certa. Sempre com um pé atrás, ele só manda divulgar os resultados das mesmas, quando já está em reta final de campanha e com resultados que dificilmente mudarão. E tem dado certo sua forma (ou tese) sobre esse particular. Pesquisas um ano antes da eleição, ou é “trote”, ou enganação, pois elas não refletem a mínima verdade do eleitorado que tem mais o que fazer nos dias de hoje, ou no quesito política está mais tonto do que lutador de boxe após levar um nocaute, afinal, este país no quesito política, está mais desacreditado do que história de ET de Varginha. Resultados de agora são tão somente tentativas de tirar do “eixo” o cidadão que está preocupado é com o desemprego, a falta de dinheiro e a roubalheira cometida por milhares de políticos, cujos nomes estão estampados nas manchetes de jornais e revistas e nas escaladas das manchetes de telejornais, aqui no Maranhão e Brasil adentro. Ponto!      

 

Chumbo quente

Voltemos a Bom Jardim: como será que a população daquele município vive diante de tamanha insegurança administrativa?/// Até parece que ali é território de um outro país./// Tudo bem que muitos que passaram por àquela prefeitura, roubaram muito e descaradamente, ostentando a olhos nus o que surrupiavam do erário público.//// Sai prefeita, entrou vice, saiu ela, entrou o presidente da Câmara, saiu ele, voltou a vice, tornou sair e entrou pra terminar o mandato, o presidente da Câmara./// Agora começa tudo de novo./// Contando, de 2013 para cá já são cinco os ocupantes da cadeira de prefeito, o que dá uma média de um por ano.//// Onde já se viu isso no Maranhão, assim nessa proporção?/// Por outro lado, decisão da Justiça não se discute, se cumpre, mas o que foi mesmo que fez de tão escandaloso o prefeito Francisco Araújo?/// Máfia do petróleo, do combustível, como assim? //// Fazer errado não está certo. Mas há coisas erradas e há coisas pensadas, planejadas e irreparáveis. Seria esse o caso do prefeito de Bom Jardim?/// Com a palavra da Justiça em instância mais alta.//// Com todo o respeito ao promotor e ao juiz de Bom Jardim./// E por hoje é só. Fomos!!!! 

Postado por: Redação Agora

Categoria do Post: A-Cidade

Data: 11/10/2017

Visitas: 158

Palavras-chave: COLUNA ESTADO DE ALERTA 1251

Fonte: Da Editoria de Política

Big Systems
2689209 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 16 do mês 12 de 2017