• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - DOENÇA DE ALZHEIMER

DOENÇA DE ALZHEIMER

A Doença de Alzheimer (DA) é uma doença neurodegenerativa, manifestada por deterioração da memória e mais uma função cognitiva, com prejuízo nas atividades da vida diária e uma variedade de sintomas neuropsiquiátricos e distúrbios de comportamento. É uma doença progressiva e irreversível de início insidioso e curso clínico variável.

A prevalência da DA aumenta com a idade, dobrando a cada 5 anos a partir de 65 anos. Acomete 6% da população acima de 65 anos e 15% da população com mais de 80 anos, chegando em torno de 40%, em idosos com 90 a 95 anos.

As características clínicas da DA incluem déficit de memória, deterioração da linguagem e prejuízo visuoespacial precoce. Alteração funcionais de comportamento são também característica da doença. Os pacientes podem evoluir com perda nas atividades instrumentais da vida diária, (lidar com dinheiro, utilizar metrô, ônibus etc) e até prejuízo nas atividades mais básicas da vida diária (como tomar banho, usar a toalha, vestir-se, comer sozinho etc). O que ocorre em fases avançadas. Os comprometimentos motores e sensoriais além, de distúrbios de marcha, são raros até as últimas fases da doença.  Distúrbios de comportamento podem ocorrer no curso da doença as mudanças  de humor e a apatia aparecem  precocemente e se mantem  durante a sua evolução, já a psicose e a agitação ocorrem  em fases de moderada a grave da DA.

A etiologia de DA não é totalmente conhecida, sendo considerada uma doença heterogênea e, provavelmente multifatorial. Existem evidências de que 5% de todos os casos são geneticamente transmitidos por mutações nos genes da presenilina 1, dos cromossomos 1 e 14, ou no gene da proteína percursora do amilóide, localizada no cromossomo 2l.

Há quatro fatores bem definidos para a DA: a idade, a presença do aleloE4 da apolipoproteína  E4, principalmente na sua forma homozigota a história familiar e a síndrome do Down. Estão também relacionados como fatores de risco; doença cardiovascular, baixa escolaridade e trauma no crânio.

O único tratamento aprovado para a DA, é apenas sintomático, através de drogas inibidoras de acetilcolinesterase, que é a enzima que promove a hidrólise da acetilcolina.

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Entretenimento

Data: 09/06/2018

Visitas: 94

Palavras-chave: DOENÇA DE ALZHEIMER

Fonte: Por Dra. Marta Pinheiro Barros

Big Systems
3390543 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 25 do mês 06 de 2018