• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - COLUNA DO SILVEIRA 1359

COLUNA DO SILVEIRA 1359

“Com as Graças de Deus, seguimos caminhando todos os dias, vencendo as tribulações, abençoados por Seu Filho Jesus Cristo, e iluminado pelo Espírito Santo, e que não nos falte a intercessão da Virgem Maria!” Clélio Silveira Filho.

 

Olá, bom dia! Final de semana chegando e indo embora a primeira dezena do décimo primeiro mês do ano. Estamos a pouco mais de 50 dias do fim de 2018, um ano que entrará para a história como sendo um ano atípico, principalmente na política brasileira que se prepara para ter gratas surpresas, ou “abalos sísmicos” no ano que vem. O futuro que nos aguarda a partir do ano que vem, vez que o que virá pela frente não está muito claro. E nem tão pouco o presente ou o passado que vivemos nos últimos anos, ou décadas - depende de que ponto de vista - nos trouxe a paz, a harmonia entre os poderes e a honestidade que se esperava por parte de autoridades administrativas, legislativas e judiciárias (com ressalvas) e por parte dos maiores empresários do país em quase todos os setores. Vivemos de maus políticos, Mensalão, Mensalinhos, Propinodutos, Gatunagens mesmo, e Lava Jato. A prosperidade que esperávamos, nós pobres mortais, desceu pelo ralo da corrupção e roubo descarado dos que hoje juram sobre seus “podres”, que não o fizeram e nem mesmo tem “conhecimento” dos mesmos. Prepara-se um novo governo para os próximos quatro anos, e esse que nem começou ainda, já começa cheio de controvérsias. Quem é Bolsonaro de carteirinha e tudo, não consegue (ou não quer ver isso), ocorre que nós somos B de Brasil. E como estudiosos da matéria, temos que acompanhar par e passo o andar da carruagem. E já possível perceber as marchas e contra marchas do capitão. Porém, confiantes em Deus, rezamos para que tudo dê certo e melhore no Brasil a partir de 2019. Quanto a opinar, divulgar, questionar, denunciar, criticar, essa é a nossa função, doa a quem doer! Bom, esta é a edição impressa, online e em PDF 1359 do Jornal AGORA Santa Inês, que circula neste dia 10 de novembro de 2018. Esperamos que todos nós tenhamos um bom dia e que Deus nos abençoe a todos. Amém!

 

ANIVERSÁRIO DELA

Segunda-feira, dia 12, é o aniversário dela, minha mulher (alguns preferem chamar de esposa, o jornalismo ensina que é “mulher de alguém), Aldrey Barbosa, minha companheira de luta, de trabalho, de oração e de fé, além de sócia, amiga e conselheira. Mãe de duas de minhas filhas, Isabella e Yasmim de Maria Silveira. Faço esse registro com orgulho e rogo a Deus que continue abençoando nossa união. Beijos!

 

FLÁVIO DINO QUE SE CUIDE

Quem conhece fala de cátedra (?). Flávio Dino que se cuide, Sarney já “encostou” em Bolsonaro (ou foi Bolsonaro que já encostou em Sarney, vez que foi ele quem bateu continência para o ex-presidente maranhense?), e aí é que mora o perigo. Dino, como se sabe, está “pendurado” em uma inelegibilidade decretada por uma juíza lá de Coroatá que está valendo e correndo pelos tribunais. Ainda por cima, é contra Bolsonaro até a medula. Isso nos faz relembrar 2008, a queda de Jackson Lago. Já Sarney, nunca, jamais, em tempo algum (arre!) foi contra qualquer presidente, muito pelo contrário. Quem avisa....sabe das coisas!   

 

SOBRE JORNAIS IMPRESSOS

Leiam sobre o que diz William Randolph Hearst III para que a imprensa escrita sobreviva na era do Facebook.  Herdeiro do antigo império Hearst, e dono de duas dezenas de jornais impressos nos Estados Unidos e 300 revistas,  o neto do homem que inspirou ‘Cidadão Kane’ reflete sobre o negócio da imprensa e a relação com o poder em tempos de desinformação. A história do sobrenome Hearst é em boa medida a história dos jornais. Traz consigo um peso, um ar de autoridade dos grandes nomes que inventaram e reinventaram a imprensa norte-americana. William Randolph Hearst III (Nova York, 1949) é neto de William Randolph Hearst, o magnata que mudou os jornais no final do século XIX e os transformou em um entretenimento de massas. "Os jornais são os depositários da informação regional de uma comunidade”.

 

JORNAIS IMPRESSOS SÃO DIFERENCIADOS

Os jornais, para Hearst, precisam se diferenciar por ser os melhores naquilo que os faz únicos, basicamente, a informação própria em seu âmbito de influência. “Sua oportunidade de ser diferente está na cobertura local”. Nem mesmo na opinião. Existe muita opinião, diz. “É muito fácil de copiar. Não quero estar em um negócio em que qualquer um possa fazer o mesmo que eu com facilidade. Quero um negócio que os demais não queiram nem tentar. Qualquer um pode ter uma opinião. Mas montar um jornal, com jornalistas, é um projeto, uma organização, não se pode fazer com duas ou três pessoas”. É aí onde os jornais são diferentes do Google e do Facebook. Eles são distribuidores, jornaleiros, diz Hearst. Todos iguais. “O Google não irá contratar um crítico de teatro em San Francisco e o Facebook não enviará um repórter à prefeitura. É aí onde a imprensa escrita tem sua oportunidade”. (Fonte El País).

 

POIS É, VOLTA PRA CÁ

Isso que William Randolph Hearst III diz, é a mais pura realidade. Um jornal não se faz com duas ou três pessoas. Este jornal mesmo, O AGORA Santa Inês, da elaboração das pautas até chegar às mãos dos leitores, cada edição passa pelo trabalho desenvolvido por uma equipe de cerca de 18 a 20 pessoas. Profissionais como repórteres, editores, diagramadores, gráficos, entregadores, vendedores de comerciais, de assinaturas, gerenciamentos dos departamentos Comercial, Administrativo, Gráfico, secretária, colaboradora da área de limpeza, etc. É preciso ter um parque gráfico próprio e com boas máquinas, se possível uma sede própria como o AGORA tem, e uma carteira de assinantes e anunciantes robusta o suficiente não para enricar, mas para manter funcionando a MARCA, e entregando  o que vende.

 

PAIXÃO! DEDICAÇÃO! VOCAÇÃO!

E tem gente que pensa que para fazer o AGORA não precisa mais do que quatro ou cinco pessoas. Ledo engano! Jornal é paixão! Dedicação! Vocação! Está no sangue. É por isso que o AGORA supera todas as barreiras e segue firme adiante que nem uma rocha. Deus agindo, tudo dará certo!

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Coluna-do-Silveira

Data: 10/11/2018

Visitas: 498

Palavras-chave: COLUNA DO SILVEIRA 1359

Fonte:

Big Systems
4331836 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 20 do mês 03 de 2019