• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - DEPRESSÃO DA MULHER NA TERCEIRA IDADE

DEPRESSÃO DA MULHER NA TERCEIRA IDADE

A depressão na terceira idade difere da depressão em faixa etárias mais jovens, e conhecer como a idade pode alterar os fatores associados ao início e à manutenção da depressão é essencial para o tratamento eficaz dessa população.

Ela está associada a risco maior de morbidade, suicídio e diminuição das funcionalidades física, cognitiva e social, o que leva ao crescimento da mortalidade. Por outro lado, ao contrário da percepção comum, a depressão é menos frequente entre os mais velhos do que naqueles com idades mais precoces.

Mulheres idosas por sua vez, tem o dobro de risco de experimentar depressão em comparação com homens da mesma faixa etária.

Os fatores de riscos associados ao início e a persistência da depressão em mulheres mais velhas são: presença de condições médicas comórbidas, efeitos de medicamentos esteróides, anti-hipertensivos, drogas para insuficiência cardíaca e artrite, antibióticos, sedativos, hipnóticos, interferon, antiparkinsonianos , comprometimento físico e ou cognitivo, isolamento social, viuvez/ divórcio, insônia e baixo status socioeconômico.

Os sintomas depressivos podem ser a primeira manifestação de condições médicas frequentes no envelhecimento: diabetes, câncer, hipotireoidismo e doenças cardiovasculares. Condições neurológicas tardias também são comumente associadas a depressão entre elas a Doença de Alzheimer, Doença de Parkinson e Acidente Vascular Cerebral.

O tratamento da depressão consiste em psicoterapia e medicação.

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Entretenimento

Data: 17/11/2018

Visitas: 41

Palavras-chave: DEPRESSÃO DA MULHER NA TERCEIRA IDADE

Fonte: Por Dra. Marta Pinheiro Barros

Big Systems
4243654 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 21 do mês 02 de 2019