• Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - RESISTÊNCIA A INSULINA E DEMÊNCIA

RESISTÊNCIA A INSULINA E DEMÊNCIA

A Doença de Alzheimer (DA) é a causa mais frequente de demência em pessoas idosas, sendo responsável por 50% a 60% dos casos. A segunda forma de demência mais comum é a vascular (DV), chegando a 12% a 20¨dos casos.

Durante muitas décadas, “arteriosclerose cerebral” esteve consagrado como o termo técnico para demência, inclusive tendo a designação “esclerosado” como referência aos idosos portadores dessa síndrome. Isso persistiu até constatarem como causa primordial das demências os processos degenativos primários do Sistema Nervoso Central (SNC), principalmente a Doença de Alzheimer desbancando, assim, os processos mórbidos vasculares cerebrais, como causas principais fisiopatológicas  da síndrome demencial em geral.

A doença Vascular se refere às síndromes demenciais que são secundárias a diferentes agravos da circulação sanguínea cerebral - acidente vascular encefálico, múltiplos infartos, infartos lacunares. Mas uma revisão em necropsias, mostram que 60% a 90% dos casos de DA apresentam doença vascular de grau variável. Portanto a DA é acompanhada frequentemente por doença cerebrovascular.

As demências são um problema  emergente de saúde pública entre os idosos, não só pela alta prevalência nessa faixa etária, mas por serem causas importantes de incapacidade e mortalidade.

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Entretenimento

Data: 04/01/2019

Visitas: 55

Palavras-chave: RESISTÊNCIA A INSULINA E DEMÊNCIA

Fonte: Por Dra. Marta Pinheiro Barros

Big Systems
4129310 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 18 do mês 01 de 2019