• Agora Santa Inês - camp
  • Agora Santa Inês - camp
  • Agora Santa Inês -
  • Agora Santa Inês -
Agora Santa Inês - COLUNA DO SILVEIRA 1590

COLUNA DO SILVEIRA 1590

“Quanto a mim, tu me manténs íntegro, e me restabelece em tua presença para sempre. Bendito seja o Deus de Israel, desde agora e para sempre! Amém! Amém!”. Salmo 41, 13/14.  

OLÁ FELIZ PÁSCOA! Aqui estamos nós para vivermos juntos, pelas graças de Deus, mais um dia, e não um dia comum, mas uma quinta-feira-santa. É claro que como foi no ano passado, sem templos abertos para frequência normal da população e outras tantas restrições, em razão da pandemia da Covid19, pela qual passa nossa cidade, nosso Estado, o Brasil e o Mundo. São dias difíceis, de tristeza, de luto e de fé. Que esta não nos falte nunca, a Fé, pois no atual momento é o combustível que nos dá força para a batalha de cada a dia, vez que ela nos conecta de vez com Deus, a quem confiamos nossas vidas, assim como Ele as confiou a cada um de nós. A nossa cidade Santa Inês, tem enterrado seus mortos cada vez em número maior a cada dia..ou a cada mês. Algo tem que ser feito para estancar esse cenário de luto ao qual estamos vivendo. Só no mês que se foi (março)  29 habitantes desta urbe, em números oficiais, perderam a vida para o coronavírus. Quase um por dia. Também a nossa cidade “mãe”, Pindaré, teve um mês de muitas perdas para o vírus. Hoje mesmo foi sepultada mais uma dessas vítimas, o PM Daylon. Já aqui em Santa Inês, ontem 31 de março, foram mais três óbitos registrados. Pessoas conhecidas...ou não...o que importa é foram mais três vidas que enlutaram três famílias. E quantas já passaram por isso em 10 ou 11 meses de pandemia aqui em Santa Inês?  Sabe-se lá, mas sabe-se que já foram 125 óbitos o que dá uma média de 11 por mês. No Maranhão 6.070 mortes, perto de uma por cada mil habitantes,  e 321.886 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia em todo o Brasil. Só ontem foram quase 4 mil mortes. E tem gente que acha que devemos falar de outra coisa, pois só falamos de coisas ruins. Não, tem outros assuntos interessantes em nossas 20 páginas, mas a pauta no Brasil hoje é composta de dois nomes: Covid19 e Bolsonaro. Há outro, que não diga respeito a esses dois? Não sabemos. Mas estamos aqui, firmes como uma cidadela a qual serve muitas das vezes, para desnudar o que está escondido, cobrar das autoridades soluções para os problemas, cuidar de nossa saúde e da dos outros, uma vez que aqui lutamos pelo COLETIVO, e não por uma única pessoa, uma única família ou uma única classe. Estamos todos no mesmo barco, com ou sem cofres e contas cheias de dinheiro. Nesta pandemia que assola o mundo, somos todos iguais. Que tomemos consciência disso. Bom, esta é a Edição 1590 do AGORA, que circula nesta quinta-feira, 1º de abril, através do site:www.agorasantaines.com.br, pelo aplicativo Telegram, na versão eletrônica em PDF para mais de 5 mil Whatsapp, e de outras plataformas. Por tudo e por todos, rogo ao bom Deus que nos conceda um bom dia, uma boa Páscoa e que suas bênçãos nos alcancem onde estivermos. Amém!

 

O IMPACTO 

 

O impacto de receber várias vezes por dia, informações de mortes de várias pessoas de Santa Inês, Pindaré, do Maranhão e até conhecidos de outros estados, é muito grande, e eu confesso que está semana foi mais ainda. Não há como ser indiferente a tanto sofrimento. Essa nossa profissão é às vezes, angustiante. Mas somos gratos a Deus por ela. Ela é uma missão, que saibamos reconhecer isso e paremos de lamúrias. 

 

NOMES VIRAM NÚMEROS

 

Não dá para listar aqui, em nossas páginas os nomes de todos os que morreram de Covid19 aqui em Santa Inês e Pindaré, em um dia, uma semana, um mês ou mesmo durante toda a pandemia. Muitos nomes acabam virando números, uma vez que não temos acessos a todos esses nomes e muito menos a autorização da família para publicá-los. E só o fazemos quando se trata de pessoa muito conhecida ou pessoa pública, ou ligado a esta. E assim, explicamos aqui, o por que de não listarmos um a um os nomes dos 125 mortos por  Covid19 em Santa Inês e os 25 de Pindaré, fora os daqui e de lá que morreram em outras cidades por onde moravam atualmente. Mas rogamos que Deus as receba em um bom lugar e que conforte seus familiares. Amém!

 

Postado por: Redação Agora 03

Categoria do Post: Coluna-do-Silveira

Data: 01/04/2021

Visitas: 459

Palavras-chave: COLUNA DO SILVEIRA 1590

Fonte:

Big Systems
9417033 visitas no Portal www.agorasantaines.com.br hoje 23 do mês 06 de 2021